Google quer que LG produza telas curvas para o Pixel 2 [Rumor]

Por Redação | em 10.04.2017 às 09h19

Google Pixel

Lançado em outubro de 2016, o Google Pixel teve uma boa recepção da imprensa especializada. Logo, não é nenhuma surpresa que a companhia já agendou para ainda este ano a segunda geração de smartphones que substituiu a marca Nexus. E agora, começam a surgir os primeiros rumores sobre algumas possíveis características dos novos aparelhos.

Segundo informações do jornal Electronic Times, da Coreia do Sul, o Pixel 2 (como deve ser chamado) deve contar com uma tela curva fabricada pela LG. O interesse da gigante das buscas é tanto que ela teria feito uma oferta de investimento de US$ 880 milhões para a divisão de displays da fabricante asiática, apenas para suprir a demanda por telas OLED flexíveis que devem equipar os próximos celulares da família Pixel.

Atualmente, poucas empresas do alto escalão produzem esse tipo de componente. A Samsung é uma das maiores e pioneiras no setor, mas a entidade já fabrica milhões de peças - ainda mais agora com o lançamento do Galaxy S8 e o suposto iPhone 8, já que a corporação é a responsável pelos displays do smartphone da Apple. Outra fabricante conhecida no setor é a Japan Display Inc., mas ela ainda não produz telas OLED.

Com isso, sobra apenas a LG, que já tem um histórico de parcerias com o Google. Os telefones Nexus são um exemplo: enquanto o Google fornecia o sistema operacional "puro", sem apps pré-instalados ou modificações de terceiros, a LG ficou encarregada da produção dos aparelhos, entre eles os Nexus 4 e 5.

Em todo o caso, uma negociação entre as duas empresas não deve demorar a acontecer, uma vez que, se o Google seguir o mesmo cronograma de anos anteriores, o anúncio dos novos dispositivos deve acontecer novamente em outubro.

O Google Pixel original veio com uma tela de 5 polegadas (1.920 x 1.080 pixels de resolução), processador quad-core Qualcomm Snapdragon 821 com dois núcleos de 2,15 GHz e dois de 1,6 GHz, 4 GB de memória RAM e opções de 32 GB ou 128 GB de memória interna, sem possibilidade de expansão. Nos Estados Unidos, o celular chegou ao mercado por US$ 649 e, diferente de outros gadgets da linha Nexus, não foi lançado oficialmente no Brasil.

Você pode assistir no vídeo abaixo nossa análise completa do Pixel:

Fonte: ETnews via SlashGear

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome