Google espera vender 4 milhões de Pixel até o fim deste ano

Por Redação | em 06.10.2016 às 10h16

Google Pixel

A gente não pode negar que os Nexus eram aparelhos incríveis, mas nunca foram populares de verdade e venderam pouquíssimas unidades ao longo dos seus seis anos de existência. Agora, com os recém-anunciados Pixel e Pixel XL, o Google quer mudar isso e projeta vender cerca de 4 milhões de aparelhos até o fim deste ano. 

A estimativa foi feita pelo analista do Digitimes Research, Luke Lin. Em relatório divulgado nesta quinta-feira (06), ele diz acreditar que, pelo número de mercados que os smartphones chegarão nas próximas semanas, o Google espera vender "entre 3 milhões e 4 milhões de unidade". Além disso, ele aponta que os novos aparelhos corresponderão a aproximadamente 50% de todas as remessas feitas pela HTC, que vem atuando em parceira com o Google na fabricação e despacho dos aparelhos. 

O número surpreende, principalmente se levarmos em consideração o desempenho dos falecidos Nexus, mas ainda está muito abaixo dos principais concorrentes no segmento topo de linha, onde os Pixel se inserem. A Samsung, por exemplo, vem vendendo cerca de 10 milhões de smartphones da linha Galaxy S por trimestre, enquanto a Apple registra aproximadamente 60 milhões de iPhones vendidos a cada três meses. 

Independentemente disso, é importante termos em mente que a concorrência já conta com uma base gigantesca de usuários em todo o mundo e seus smartphones vêm sendo desenvolvidos há anos. Conseguindo alcançar ou não as 4 milhões de unidades vendidas, será interessante ver como o Google vai se sair como calouro no segmento de hardware

Ambos os aparelhos foram anunciados nesta semana e devem chegar às prateleiras dos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha e Austrália no próximo dia 20 de outubro custando a partir de US$ 649. O Google Pixel, o menor dos dois, virá com tela Full HD de 5 polegadas e bateria de 2.770 mAh de capacidade, enquanto o Pixel XL ostenta um display QHD de 5,5 polegadas e bateria de 3.450 mAh. Fora isso, as especificações dos aparelhos são iguais: SoC Snapdragon 821, 4 GB de memória RAM, opção de 32 GB ou 128 GB de armazenamento interno, câmera principal de 12 megapixels e Android 7.0 Nougat pré-instalado de fábrica. 

Ainda não há previsão de quando os smartphones do Google chegarão ao Brasil. 

Via Digitimes 

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome