Google I/O 2016: empresa anuncia plataforma de realidade virtual Daydream

Por Redação | em 18.05.2016 às 16h17

Google Daydream

Confirmando rumores das últimas semanas, o Google lançou nesta quarta-feira (18) o Daydream, uma plataforma própria para realidade virtual e que é mais robusta que o Cardboard. Só que o conceito do produto é um pouco diferente daquilo que era especulado.

O Daydream abraça tanto o hardware quanto o software da tecnologia de RV, com a diferença de que, ao contrário de outros dispositivos da categoria — como o HTC Vive e o Rift —, o foco está em headsets voltados exclusivamente para smartphones rodando Android.

Neste caso, bastará ter um aparelho rodando o Android N, que já virá de fábrica com um modo dedicado à RV, e acoplar um headset da linha Daydream diretamente no celular. Esse gadget em questão será melhor que o Cardboard, pois terá fones de ouvido, menos latência nos conteúdos exibidos e mais alinhamento das imagens com base nos movimentos da sua cabeça. Haverá ainda um pequeno controle remoto semelhante ao Wii Remote para efetuar comandos.

A plataforma ganhará seus primeiros passos com a chegada de novos telefones high-ends equipados com o Android N — diferente do Cardboard, apenas smartphones com sensores específicos vão suportar a novidade. A ideia da gigante das buscas é que, assim como o robô verde se tornou o sistema operacional mais usado no mundo, o Daydream seja o padrão dominante da realidade virtual no mundo mobile, uma vez que a tecnologia ainda não está acessível para todos por conta dos preços elevados.

Para garantir a melhor experiência ao usuário, o Google vai disponibilizar um recurso chamado Android VR Mode, que virá instalado no Android N. Essa função poderá ser acessada em qualquer aparelho com o novo sistema, até os mais antigos. No entanto, se o app detectar que o dispositivo em questão não atende alguns requisitos mínimos, o modo VR será encerrado automaticamente.

Inicialmente, o Google vai produzir por conta própria os headsets do Daydream. Estes serão inclusos em pacotes do Nexus 6P que vão custar US$ 499 nos Estados Unidos. No futuro, o acessório fará parte de bundles fabricados por outras empresas que já fecharam parceria, incluindo Samsung, HTC, LG, Huawei, Alcatel, ZTE, Xiaomi e Asus — todas já se comprometeram em lançar novos smartphones com suporte à tecnologia.

Quanto ao conteúdo, o Daydream terá versões dos principais serviços do Google, como o Photos, Street View, Play Movies e YouTube. Outros softwares parceiros que também ganharão versões para a plataforma são Netflix, Hulu, HBO, IMAX, Lionsgate, MLB, NBA, o canal de notícias CNN e os jornais The New York Times e The Wall Street Journal.

Games também farão parte do catálogo de programas compatíveis com o Draydream. Pelo menos dez desenvolvedoras já foram confirmadas, entre elas a Ubisoft e a Electronic Arts.

O Google não revelou quando os primeiros dispositivos com a tecnologia do Daydream chegarão ao mercado.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome