Chrome vai bloquear conteúdo em Flash a partir de setembro

Por Redação | em 09.08.2016 às 19h38

Adobe flash

A "morte" do Adobe Flash já vem sendo divulgada e parece que o fim está realmente próximo. O Google anunciou, nesta terça-feira (9), que vai começar a bloquear conteúdo do tipo no navegador Chrome a partir de setembro. E a partir de dezembro, o Chrome terá HTML5 como player padrão para games e vídeos.

Apesar de muitos saudosistas lamentarem a iniciativa, tem um bom argumento por trás da decisão: a plataforma Flash possui brechas de segurança e demanda muito mais recursos para rodar, o que deixa a navegação mais lenta.

A partir de setembro o Google pretende bloquear conteúdos de "bastidores" dos sites, como páginas de analytics–- o que a empresa estima que seja 90% do material em Flash na internet. Segundo a companhia, a mudança fará com que os usuários percebam a diferença na velocidade da navegação.

O bloqueio, entretanto, não chega como surpresa. Desde 2015 a empresa anunciou a política de redução e desde lá vem diminuindo as funcionalidades e compatibilidades de seu navegador com a plataforma.

Quem viveu a "era" Flash, certamente viu uma revolução acontecer, mas é reconfortante saber que a nova padronização em HTML5 pode oferecer um meio mais seguro, estável e eficiente de navegar na web.

Fontes Android Authority, Google

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome