SpaceX conclui investigações sobre acidente e marca novo lançamento

Por Redação | em 02.01.2017 às 13h35

Falcon 9

Nesta segunda-feira (02), a SpaceX anunciou que concluiu a investigação sobre o acidente que causou a explosão do foguete Falcon 9 no início de setembro. As conclusões foram entregues à Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) e vieram acompanhadas de uma nova data de lançamento espacial.

No próximo domingo (08), a empresa de Elon Musk fará um novo lançamento que levará alguns satélites para o espaço – lembrando que durante a explosão, há quatro meses, o foguete estava levando, entre outras cargas, um satélite do Facebook que foi destruído.

A investigação do acidente foi realizada em parceria com a FAA, a Força Aérea dos Estados Unidos e a National Transportation Safety Board. A conclusão dos órgãos e da empresa foi que um dos três dispositivos de pressão envolvidos no sistema do tanque líquido de oxigênio da aeronave falhou.

Especificamente, a equipe de investigação concluiu que a falha se deu provavelmente devido ao acúmulo de oxigênio entre o forro do COPV (Composite Overwrapped Pressure Vessel), uma espécie de tanque de pressurização usado no Falcon 9, e uma fivela do revestimento. Os COPVs são usados em foguetes para conter fluídos de alta pressão e oferecer uma economia substancial em relação aos projetos de tanque completamente metálicos. O objetivo do sistema é manter a pressão do tanque.

A SpaceX disse ainda que vai corrigir permanentemente o problema por meio de mudanças no projeto do COPV, que devem evitar o uso de fivelas. Essas mudanças serão implementadas antes do lançamento da Crew Dragon, sua nave espacial que irá levar humanos ao espaço. Se nenhum ajuste adicional for feito ao plano remodelado, o voo de teste tripulado ocorrerá em maio de 2018. A ideia inicial era de levar humanos ao espaço no ano que vem.

A equipe de tripulação comercial da SpaceX está trabalhando em estreita colaboração com a NASA neste projeto. Isso inclui um lançamento de teste de uma nave sem tripulação até o fim de 2017, assim como testes de trajes espaciais, paraquedas e outros equipamentos relacionados.

Via Arstechnica

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome