Solar Impulse chega à Europa após travessia histórica sobre o Atlântico

Por Redação | em 24.06.2016 às 09h27

Solar Impulse 2

O avião Solar Impulse 2 pousou nesta quinta-feira (23) em Sevilha, na Espanha, três dias depois de decolar de Nova Iorque para a 15ª etapa de sua inédita volta ao mundo utilizando apenas energia solar como combustível. Ao todo, foram 70 horas de voo. 

A aeronave pousou pouco antes das 7h40, horário local (2h40 no horário de Brasília) no aeroporto de Sevilha após viajar 6.272 quilômetros sobre o Atlântico. “Não posso acreditar. É tão fantástico”, disse o piloto Bertrand Piccard ao comunicar ao centro de controle do avião em Mônaco, ao vivo pela internet.

Pouco antes de descer do avião, esgotado após a longa viagem solitária, ele celebrou. “É a primeira travessia do Atlântico de um avião solar!”.

Em declaração à AFP, agência de notícias francesa, o piloto suíço de 58 anos também contou sobre as dificuldades. “Não era um voo fácil, tinha que abrir caminho entre as nuvens, passar por cima, suportar as turbulências. Tentei simplesmente impregnar-me com a experiência, que é mágica".

Ele admitiu que pensou durante o voo no aviador norte-americano Charles Lindbergh, outro pioneiro da aviação, que foi o primeiro homem a voar entre Nova Iorque e Paris sozinho e sem escalas, em 1927. O próprio Piccard já havia cruzado o Atlântico, em balão, em outras duas ocasiões. Mesmo assim, ele destaca as diferenças entre as duas experiências, dizendo que Lindbergh queria “conectar o mundo” com as viagens de avião, mas ele “queria participar do desenvolvimento do uso das tecnologias limpas”.

Aplausos em Sevilha

O Solar Impulse 2 pousou sob aplausos no aeroporto de Sevilha, tornando-se o primeiro avião movido a energia solar a realizar um voo transatlântico. Antes disso, ele já havia realizado a façanha de cruzar o Pacífico, porém, precisou ficar parado por 10 meses no Havaí para reparos em suas baterias.

Solar Impulse 2

O cruzamento pôde ser acompanhado pelos internautas ao vivo graças às câmeras instaladas em diversas partes da aeronave, como na cabine, asas e na parte traseira.

Sobre o Solar Impulse 2

A envergadura das asas do avião é igual à das maiores aeronaves comerciais (63,4 metros), embora o seu peso seja de apenas 1,5 tonelada, o equivalente a uma caminhonete, fazendo com que o avião seja muito sensível a turbulências.

Ele viaja a uma velocidade média de 50 km/h graças a suas baterias de lítio, que armazenam a energia solar captada por 17.000 células fotovoltaicas instaladas nas asas.

A pequena cabine de 3,8 metros cúbicos é equipada com tanques de oxigênio para permitir que os pilotos respirem. Esse espaço é coberto de espuma isolante para atenuar as temperaturas extremas durante o voo (entre +40 e -40 graus centígrados).

Via: AFP

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome