Estrela, cujo brilho oscila sem explicação aparente, intriga cientistas

Por Redação | em 08.08.2016 às 06h39

KIC 8462852

No ano passado, uma estrela não muito conhecida chamada KIC 8462852 deixou a comunidade científica intrigada por conta de seu brilho oscilante, cuja variação de intensidade não pôde ser explicada. Houve quem desconfiasse que a estrela seria utilizada por alienígenas em uma espécie de megaestrutura tecnológica, mas os astrônomos acabaram determinando que não havia nenhum sinal de atividade de vida inteligente por lá. Agora, um documento recém-descoberto reacende o mistério a respeito dessa estrela singular.

Publicado no arXiv, o documento escrito pelos astrônomos Ben Montet, da Caltech, e Joshua Simon, do Carnegie Institute, mostra os resultados de uma nova análise fotométrica da estrela, que foi descoberta pelo telescópio espacial Kepler - mas, quem prestou atenção ao astro foram astrônomos-cidadãos que estavam analisando os registros do banco de dados do telescópio.

Então, ao observar as imagens full-frame capturadas pelo Kepler, a dupla de astrônomos descobriu que a luz da estrela não somente se reduzia em cerca de 20% ocasionalmente, como sua emissão total de luminosidade estava diminuindo continuamente ao longo dos quatro anos de observação. “Nós gastamos um longo tempo tentando nos convencer de que isso não era real”, confessou Montet, que não conseguiu ignorar as novas evidências e decidiu investigar melhor o caso da KIC 8462852.

O brilho dessa estrela teve sua intensidade reduzida em cerca de 3% nos últimos quatro anos, e, apesar do número não parecer ser alto, é uma variação extremamente significativa se considerarmos o curto período observado. Afinal, na escala astronômica, as coisas acontecem muito mais lentamente. E o mais curioso a respeito desse astro em particular é que os astrônomos observaram outras 500 estrelas na mesma vizinhança da estrela misteriosa e não encontraram nenhum outro objeto espacial com o mesmo comportamento.

gráfico KIC 8462852
O gráfico mostra a medição fotômetra da KIC 8462852, revelando a queda na intensidade de sua luminosidade (Reprodução: Montet & Simon 2016)

A conclusão inicial que se tira desse estudo, portanto, é a de que a estrela está se enfraquecendo rapidamente - mas ainda não se sabe o que causa esse enfraquecimento. Voltam, então, as teorias a respeito de atividade alienígena no astro, tendo sido levantada até mesmo a hipótese de alguma raça inteligente extraterrestre ter construído alguma base de captação de energia solar no astro. Contudo, por enquanto, as explicações mais plausíveis para o fenômeno estão ligadas às atividades de fragmentos de comentas localizados ao redor da estrela, ou ainda restos de algum planeta despedaçado consumindo, de alguma forma, a luminosidade da KIC 8462852. 

Fonte: arXivGizmodo

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome