Empresa britânica quer criar passaporte digital

Por Redação | em 01.04.2016 às 23h00

Guia viagem passaporte

A De La Rue, fabricante britânica de passaportes, pode ter encontrado uma nova solução para uma das coisas mais irritantes (e ultrapassadas) para os viajantes: o passaporte de papel. A empresa quer levar os passaportes de todos os passageiros para dentro de seus smartphones.

Martin Sutherland, chefe-executivo da De La Rue, explica que a empresa começou a trabalhar em uma tecnologia que é capaz de armazenar de forma segura os dados de passaportes em dispositivos móveis, tornando o atual modelo obsoleto.

A novidade permitiria aos viajantes passar pelo controle de imigração dos aeroportos sem portar nenhum documento físico. Se a tecnologia se tornar realidade, os passaportes digitais poderiam funcionar como uma espécie de cartões de embarque móveis. 

"A tecnologia está na vanguarda dos negócios da De La Rue, e como seria de se esperar, estamos sempre à procura de inovações e soluções tecnológicas para nossos clientes ao redor do mundo", disse um porta voz da fabricante. "O passaporte sem papel é uma das muitas iniciativas em que estamos trabalhando, mas no momento o conceito está nos primeiros estágios de desenvolvimento".

A De La Rue é conhecido por fabricar diversos produtos além dos passaportes. A empresa também vende papel de alta segurança e tecnologias de impressão para mais de 150 moedas nacionais. Para o Brasil, ela fabricou a segunda estampa das cédulas de cruzeiro antigo, entre 1950 e 1967, e de cruzeiro novo, entre 1967 e 1970.

Ainda não está claro como os dados pessoais das pessoas, que estão atualmente armazenados no chip eletrônico do passaporte, seriam transferidos para smartphones e mantidos em segurança. É claro que tal novidade precisaria ser aprovada pelos governos antes que pudessem ser utilizadas a nível internacional.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que alguém tenta descartar o passaporte convencional. No ano passado, a Ministra das Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, sugeriu a criação de um sistema de identificação na nuvem que permitiria aos residentes no país deixarem o passaporte em casa quando, por exemplo, estiverem viajando para países que não exigem visto de entrada para australianos.

Veja mais detalhes sobre a iniciativa do governo australiano:

Via Independent

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome