Oculus VR só vai oferecer suporte para Mac "se a Apple lançar um bom computador"

Por Redação | em 03.03.2016 às 16h40

Oculus Rift

Quando perguntado porque os computadores da Apple não funcionam com o Oculus Rift, o fundador da empresa que desenvolve o produto, Palmer Luckey, foi taxativo: “Se eles fizerem um bom computador, nós daremos o suporte”. É uma afirmação que, por si só, pode causar a ira dos aficionados pela Maçã. De acordo com o executivo, entretanto, isso se deve à maneira com a qual a fabricante lida com as aplicações gráficas.

Luckey afirma que a Apple simplesmente não dá prioridade para placas de vídeo de alta performance. Mesmo nas configurações mais robustas, Macs simplesmente não são capazes de atingir os requisitos mínimos para funcionamento do Oculus Rift, o que acaba inviabilizando o desenvolvimento do suporte.

Esta característica também é citada por desenvolvedores de jogos na hora de portar os títulos para o Mac OS X. Nos modelos mais básicos, por exemplo, os computadores da Apple nem mesmo possuem placas de vídeo dedicadas, uma alternativa que barateia o custo e reduz o consumo de energia. As máquinas mais avançadas, entretanto, possuem esse tipo de hardware, mas são voltadas para usos profissionais e apresentam uma arquitetura diferente, além de um preço bem proibitivo. Como muitos já falaram, estes não são computadores voltados para quem gosta de jogar.

Atualmente, o computador mais potente da Apple, o Mac Pro, em sua configuração máxima, seria capaz de rodar perfeitamente os games compatíveis com o Oculus Rift, se levarmos em conta apenas as características técnicas. O preço, entretanto, não é nada atraente – no Brasil, ele ultrapassa os R$ 36 mil –, sem contar a maneira diferenciada com a qual o sistema lida com todo esse potencial.

A exigência por desempenho aumenta quando se fala em realidade virtual, que precisa gerar duas imagens simultâneas, em boa resolução e com uma alta contagem de frames por segundo para funcionar. É o que leva, por exemplo, dispositivos como o PlayStation VR, da Sony, a contar com unidades de processamento separadas, de forma a funcionar melhor com os recursos do PS4.

Fonte: GamerHubTV (YouTube)

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome