No Man's Sky chega ao PS4 e PC e divide opiniões

Por Redação | em 09.08.2016 às 15h48

No Man's Sky

A espera acabou. Depois de muita demora, contratempos e vários atrasos, No Man’s Sky finalmente está entre nós. O game independente mais aguardado do ano sempre foi rodeado de muita expectativa e desconfiança, o que serviu apenas para aumentar o hype em torno de seu lançamento, realizado nesta terça-feira (09). Afinal, a ideia de criar um universo totalmente procedural que se molda à medida que você segue jogando, trazendo infinitos planetas para serem explorados é algo que realmente chama a atenção.

Essa ideia de um universo sempre em desenvolvimento é algo tão inerente à proposta do jogo que nem mesmo a imprensa especializada conseguiu ter contato antecipado com o jogo, como normalmente acontece em grandes lançamentos. O resultado disso é que as opiniões sobre o título da Hello Games começam a surgir aos poucos à medida que a própria comunidade começa a fazer suas descobertas e a entender um pouco mais sobre esse estranho mundo. Porém, neste primeiro momento são reações bastante positivas e empolgadas em relação a tudo o que vem sendo encontrado.

E o ponto que mais vem conquistando os jogadores nesse primeiro dia é exatamente a variedade dos planetas encontrados. Como cada local é gerado de maneira procedural, ou seja, quase que em tempo real, você nunca sabe exatamente o que vai encontrar a cada nova viagem. Isso faz com que o ecossistema e a sociedade que vai cruzar o seu caminho seja realmente único — o que gera situações bem curiosas e diferentes daquelas que estamos habituados a ver em jogos assim.

NO Man's Sky

Mas do que diabos ele se trata? Bem, o pessoal vai aos poucos descobrindo qual o verdadeiro objetivo por trás das viagens espaciais, mas o site IGN já antecipa que os jogadores têm muito o que fazer. Ele traz alguns elementos que lembram muito Minecraft e Terraria no sentido de coletar recursos para construir novos objetos e sobreviver a cada novo planeta, além de aprimorar sua nave para voar sempre para mais longe.

Esse foco em coletar itens é algo que também frustrou jogadores que esperavam algo mais. O site Polygon, por exemplo, torceu o nariz para esse recurso de jogabilidade, afirmando que as diversas variáveis que o jogador precisa gerenciar tornam as coisas um pouco chatas e vão bem na contramão do que a Hello Games sempre nos apresentou. Ainda assim, ele destaca o valor que No Man’s Sky dá à exploração, sobretudo à parte em que é preciso estudar as sociedades alienígenas. Ao chegar a um planeta, você precisa primeiro entender o idioma falado por eles antes de sair fazendo comércio e se relacionando com esses povos. O único problema é que esses momentos de desbravador são quase sempre interrompidos pela necessidade de coletar materiais para sua viagem.

Diante disso, o Kotaku descreve muito bem dizendo que o jogo é realmente divertido como muita gente esperava, mas também não é aquilo tudo. De acordo com as primeiras impressões dadas pelo site, ele é voltado para quem adora explorar novos cenários, mas está longe de ser o melhor título espacial de todos os tempos como muita gente acreditava.

O mistério do universo

Além disso, outra razão que fez com que No Man’s Sky fosse rodeado de mistérios até o seu lançamento é que a própria produtora tomou muito cuidado para que nenhuma informação vazasse antes da hora. A Hello Games estava tão preocupada em manter tudo sob o mais completo sigilo que passou a derrubar vídeos enviado ao YouTube feitos por jogadores que tiveram acesso a cópias antecipadas. Como o objetivo geral do título é fazer o jogador chegar ao centro da galáxia, a desenvolvedora fez de tudo para não deixar essa surpresa escapar antes da hora.

NO Man's Sky

Tanto que um dos criadores do jogo, Sean Murray, foi ao Twitter pedir para que as pessoas não comentassem e nem revelassem qualquer detalhe do jogo além daquele que a produtora já tinha mostrado. Isso aconteceu logo após um rapaz revelar ter pagado mais de US$ 1.300 em uma cópia do jogo semanas antes de seu lançamento. Segundo ele, a vida poderia ser muito breve e ele queria aproveitar seus recursos para fazer aquilo que realmente gosta. No caso, foi investir uma pequena fortuna no título que agora está todo mundo pagando US$ 60 — ou seja, 20 vezes menos.

E mesmo quem conseguiu uma cópia antes da hora encontrou algo bem diferente do que foi liberado nesta terça-feira. Pouco tempo antes do lançamento oficial de No Man’s Sky, a Hello Games liberou uma atualização que modificou vários elementos da mecânica e da própria estrutura geral do jogo. Em outras palavras, da noite para o dia, ele virou quase que um game totalmente novo.

Com isso, todo mundo pôde dar partida em suas naves em direção a esse universo de possibilidades ao mesmo tempo.

Com informações do IGN, Kotaku, Polygon, Games Industry

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome