Asus Zenwatch 3 vs. Moto 360 Sport [Comparativo]

Por Adriano Ponte RSS | em 29.12.2016 às 17h35

Novamente competindo entre si dois modelos de relógio inteligente, ambos redondos e equipados com Android Wear. Confira agora o comparativo do Asus Zenwatch 3 vs. Moto 360 Sport.

CONSTRUÇÃO E ENCAIXE

Do lado Moto 360 Sport, temos um relógio esportivo (como o próprio nome indica), mostrando em sua construção clara referência aos que gostam de praticar atividades fitness usando monitores de treinamento físico. Ele traz um único botão lateral, posicionado mais acima que o normal para modelos Android Wear. A pulseira é de silicone, dando ao modelo uma aparência e pegada "emborrachada", para esportes mesmo.

Ele traz a certificação IP67, e “Suporta imersão em até 91 cm de água doce por até 30 minutos” segundo o site oficial, porém "não foi projetado para funcionar submerso em água”, segundo a fabricante.

Já do lado Zenwatch 3, temos um modelo (redondo) todo em metal, remetendo todo o tempo aos clássicos relógios mecânicos de pulso, totalmente diferente da pegada "esportiva" do Moto 360 Sport. Ele traz a sua caixa em metal conectada à pulseira por encaixes padrão, deixando assim a possibilidade do usuário trocá-la por outra com material/tamanho que mais o agrade.

Ele traz na sua lateral três botões, sendo dois de função e um padrão para as funções do Android Wear. Temos ainda a certificação IP67 no modelo, permitindo submersão em água doce por até 30 min (a 1m de profundidade).

Dessa forma, temos dois modelos muito bem construídos, com propostas completamente diferentes entre si, porém igualmente competentes para os públicos que se propõem.

Ponto para o Asus Zenwatch 3 e ponto para o Moto 360 Sport.

DISPLAY

Começando pelo Moto 360 sport, temos uma tela de 1,37" com resolução de 360 X 325 (fechando em 263ppi. Temos um número quebrado aqui pois a Motorola manteve no Sport o mesmo erro do 360 original: a pequena faixa preta na parte de baixo da tela, onde ficam os sensores de luminosidade do relógio. Fora esse erro, o relógio traz o recurso AnyLight, capaz de regular o contraste do modo normal e ambiente para P&B de alto contraste e garantir assim a legibilidade sob forte luz solar.

Agora, para o Asus Zenwatch 3. Temos uma tela de 1.39”, rodando na resolução de 400x400, fechando com 287ppi. O modelo exibe excelentes cores e tons, além de possuir suavidade em itens pequenos e com bordas finas, graças à resolução que trabalha. Porém, seu modo ambiente é precário para locais com muita luz, sendo impossível sob o sol ver o que acontece na tela do Zenwatch 3. É necessário ativar a tela para que haja visibilidade nessas situações.

Porém, o ponto dessa seção ficará por conta mesmo da burrada da Motorola em inutilizar parte de um display que já é absurdamente pequeno e oferece pouco espaço de leitura, ainda mais se avaliarmos que a região não só interfere em watchfaces, como corta diretamente boa parte do espaço onde as notificações do Android Wear ficam. Isso afeta o usuário em 100% do tempo, ao passo que o modo ambiente com pouca visibilidade do Zenwatch 3 só mostra-se um problema sob luz forte (em escritórios ou dentro de casa é perfeitamente visível). E mais: ativar a tela "anestesia" o problema enquanto ela estiver acesa.

Ponto para o Zenwatch 3.

ESPECIFICAÇÕES

Equipando o Zenwatch 3 temos Chipset Snapdragon Wear 2100, com:

- CPU Quad-core (4x Cortex A7 de 1.2 GHz)
- GPU Adreno 304
- 512 MB RAM
- 4GB de armaz. interno
- Bluetooth v4.1 + Wi-Fi

Já do lado Moto 360 Sport, temos o Chipset Snapdragon 400, com:

- CPU Quad-core (4x Cortex-A7 de 1.2 GHz)
- GPU Adreno 305
- 512 MB RAM
- 4GB de armaz. interno
- Bluetooth v4.1 + Wi-Fi
- GPS integrado
- Leitura de frequência cardíaca

Ponto para os extras do Moto 360 Sport nessa seção.

USABILIDADE GERAL

O principal fato que diferencia a experiência de uso entre os modelos é o hardware, propriamente dito. O Android Wear é bem restritivo contra a invasão indesejada das fabricantes, e por conta disso apenas watchfaces customizadas e apps tradicionais pré-instalados entram nas permissões possíveis. Ambos modelos trazem instalados monitores físicos e skins de relógio com dados sumarizados para o usuário.

Porém, olhando para o Zenwatch 3, vemos a presença dos dois botões de acesso rápido que servem para acionar imediatamente duas funções (à sua escolha) no relógio, mesmo com a tela desativada. Essa opção é tão útil que sinceramente esperamos que todos os Smartwatches que venham no futuro tragam algo similar embarcado.

No caso do Moto 360 Sport, sua usabilidade similar (e sem os botões) o deixa um pouco abaixo do ZW3 (lembre que o GPS e acompanhamento cardíaco já pontuaram em especificações. a questão é a USABILIDADE).

Ponto para o Zenwatch 3.

DEPENDÊNCIA DO SMARTPHONE

Mesmo com todas as diferenças entre os dois, o Android Wear e sua experiência unificada traz praticamente as mesmas habilidades e limitações para os dispositivos que rodam o sistema. Porém, temos um o fator de desempate dessa vez, e não é a conexão 3G em um dos modelos. Falamos do GPS. E não é o fato de "ah! ele tem GPS", e sim a consequência direta disso. Vamos lá.

Leitura de batimentos cardíacos não é algo que conte para DEPENDÊNCIA do smartphone, afinal ela traz um propósito específico para o aparelho... mas GPS é um recurso compartilhado, e permite que vários APPs que funcionam sem dependência do telefone ou internet tenham capacidade de operar, permitindo a consulta a toda a gama de dados que esses satélites fornecem (sendo dentre esses mais óbvios a localização, percurso, velocidade e altura).

Ponto para o Moto 360 Sport.

BATERIA

Do lado Zenwatch 3, temos uma bateria de 340mAh. Do lado Moto 360 Sport, uma bateria de 300 mAh.

O interessante é que os displays dos dois aparelhos são diferentes, os chipsets também, e temos a presença de GPS em um (e no outro não). No meio dessa bagunça, parece que as fabricantes simplesmente calculam quantos mAh a unidade precisa para chegar ao final do dia e acordar no segundo com alguma carga quase acabando, pois AMBOS os modelos com propostas TOTALMENTE diferentes fazem EXATAMENTE ISSO.

Empate entre ambos. Estranho esse número mágico que nunca vai pra frente nos Smartwatches, não?

PREÇO

Até a data de publicação deste vídeo, os preços oficiais dos relógios inteligentes deste comparativo eram, segundo o site de suas fabricantes: o Moto 360 Sport sai por R$ 1.999,00 enquanto o Zenwatch 3 custa R$ 1.799,00.

Ponto para o Zenwatch 3

QUEM GANHA?

Finalizamos então desta forma:

- Moto 360 Sport com 4 pontos (em CONSTRUÇÃO E ENCAIXE, ESPECIFICAÇÕES, DEPENDÊNCIA DO SMARTPHONE, BATERIA);

- Zenwatch 3 com 5 pontos (em CONSTRUÇÃO E ENCAIXE, DISPLAY, USABILIDADE GERAL, BATERIA, PREÇO);

Fechamos essa disputa com o Zenwatch 3 como vencedor, trazendo assim o modelo voltado aos relógios clássicos como melhor escolha para smartwatch.

Porém temos uma ressalva: caso você seja de fato um entuasiasta dos esportes, mesmo possuindo alguns pontos menos interessantes que o Zenwatch 3, recomendamos o Moto 360 Sport. GPS e leitura de batimentos cardíacos sem dependência do smartphone podem ser sua primeira necessidade, e nesse caso não há outra escolha entre os dois.

Mas esse é seu perfil de usuário? Qual dos dois relógios faz mais sentido para seu dia-a-dia? Conta pra gente nos comentários.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome