Facebook quer acabar com as solicitações de jogos

Por Redação | em 29.10.2015 às 16h04

Candy Crush smartphone

Durante uma conversa com estudantes no Instituto de Tecnologia de Nova Délhi, na Índia, o fundador Mark Zuckerberg afirmou que sua equipe já está estudando maneiras de acabar com um dos maiores incômodos para seus usuários: o acúmulo de notificações, boa parte delas os famosos convites para jogos.

O executivo afirmou que até sabia que essa era uma questão pertinente, mas que não imaginava que as solicitações incomodavam tanto às pessoas. Até que em um outro encontro semelhante com estudantes, uma pergunta sobre um possível fim nos convites acabou sendo a mais votada para comentários, chamando a atenção de Zuckerberg para a questão e motivando uma ação rápida.

Foi por isso que o ponto, que não era prioritário, acabou se tornando um dos focos principais de trabalho para a equipe de desenvolvimento. O criador do Facebook não disse exatamente o que será feito para que as solicitações de jogos deixem de ser um incômodo, mas afirmou que sua equipe já está trabalhando em uma maneira para fazer com que elas deixem de ser um incômodo.

O principal problema das solicitações é o recebimento em massa, mesmo por quem não joga. O envio de convites e pedidos de itens são vistos pelos produtores de games como uma maneira de atrair mais pessoas para os títulos e criar uma comunidade de amigos que compartilhem as mesmas experiências. A questão é que nem todos desejam participar disso, e os convites acabaram se tornando uma constante bastante chata para quem optou pela negativa.

Nos tempos do auge de títulos como FarmVille e Candy Crush Saga, essa questão era um verdadeiro problema, que acabava motivado principalmente pelos esforços do próprio Facebook para se tornar uma plataforma forte em termos de games. Essa tendência acabou se provando mais como um fogo de palha e foi aos poucos sendo deixada de lado pela empresa.

O bloqueio de solicitações desse tipo acontece título a título, mas hoje, principalmente com a proliferação de tutoriais que ensinam a fazer isso de maneira fácil, a questão deixou de ser um incômodo real e constante. Mesmo sendo um pouco tarde demais, é legal ver que o Facebook está fazendo algo para acabar com esse tipo de abuso. Resta saber apenas o que os produtores de jogos falarão sobre isso.

Fonte: Wired

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome