Facebook prepara novo app de câmera para incentivar criação de conteúdo

Por Redação | em 25.04.2016 às 15h45

Facebook

O Facebook acredita que o compartilhamento de conteúdo é uma das ferramentas mais importantes no nosso dia a dia. E é por isso que a empresa deve lançar um novo aplicativo de câmera focado nesse conceito, segundo informações do Wall Street Journal.

De acordo com fontes ouvidas pela jornalista Deepa Seetharaman, a ferramenta vai encorajar os usuários a tirar e compartilhar mais fotos e vídeos. Ela também deve permitir a realização de streaming de vídeo ao vivo, podendo servir como uma resposta ao fato das transmissões em tempo real pelo Facebook terem caído 21% no segundo semestre do ano passado — além de colocar o app em concorrência direta com o Snapchat.

Os informantes também dizem que o aplicativo será diferente da versão do Facebook para dispositivos móveis, já que a ideia é incentivar seus utilizadores a produzirem conteúdo. "Em comparação, o app móvel do Facebook mira em um feed de notícias personalizado, atualização de status e propagandas que [em conjunto] encorajam os usuários a consumir conteúdo, mas não necessariamente [o incentivam a] criá-lo", dizem.

O serviço, que teria versões para iOS e Android, ainda está em fase inicial de desenvolvimento, então é provável que demore um tempo até que ele seja lançado ao público. Além disso, por ser um protótipo, talvez ele nunca chegue ao usuário final, já que é comum as empresas realizarem testes internos com programas que podem ou não ganhar um modelo comercial.

O Facebook foi procurado pelo WSJ, mas não respondeu aos rumores.

Esta não é a primeira vez que a rede social lançaria um app separado e com funções desse tipo. Em 2014, a companhia de Mark Zuckerberg lançou uma ferramenta semelhante ao Snapchat chamada Slingshot que tinha exatamente a mesma proposta: encorajar a criação e compartilhamento de conteúdo. A primeira versão do aplicativo era semelhante ao Snapchat, em que o destinatário precisava mandar uma imagem de volta ao remetente caso quisesse visualizar a foto recebida.

O aplicativo não emplacou e o Facebook o tirou do ar em dezembro de 2015. Um ano antes, a empresa também lançou o Bolt, app criado pela equipe do Instagram em que os usuários podem enviar fotos e vídeos que se autodestroem assim que o destinatário desliza o dedo sobre a tela. O Bolt foi disponibilizado em poucos países e apenas no iOS, e ainda não tem uma versão para Android.

Fonte: Wall Street Journal via Business Insider

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome