Facebook lança plataforma de realidade aumentada com recursos e efeitos 3D

Por Redação | em 18.04.2017 às 15h36

Facebook Camera

Na manhã desta terça-feira (18), o Snapchat lançou o World Lens, um recurso que adiciona elementos de realidade aumentada aos filtros usados nas fotos e vídeos gravados pelo app. Poucas horas depois, Mark Zuckerberg veio com a resposta: uma plataforma inserida dentro da câmera do Facebook que vai permitir construir novas experiências também baseadas em realidade aumentada.

Durante a abertura da conferência para desenvolvedores F8, o presidente da rede social disse que as câmeras dos aplicativos não deveriam servir apenas para adicionar colagens, filtros ou stickers, mas também como um meio de comunicação. Zuckerberg acredita que serviços construídos em cima de RA podem ser o próximo passo para o futuro da computação — e o Facebook, que reconhece estar atrasado em investir na tecnologia, não quer ficar para trás.

A partir de hoje, o Camera Effects entrará em fase beta para os desenvolvedores que quiserem experimentar a novidade através de filtros para fotos e vídeos, jogos e até projetos de arte. Ao acessar a aba "Stories", lançada no mês passado, os usuários vão encontrar centenas de efeitos em realidade aumentada. Um deles, demonstrado pelo executivo, mostrava um texto 3D saltando diante de um recipiente com cereais; em outro, flores apareciam dentro de um vaso.

Houve ainda a exibição de uma foto com vários objetos dentro de uma sala transformados em 3D. Aqui, Zuckerberg explicou que a câmera do Facebook será capaz de reconhecer os itens e sugerir efeitos baseados naqueles objetos. Uma xícara de café, por exemplo, pode ganhar fumaça de vapor; uma garrafa de vinho, um cartão interativo indicando onde comprar a bebida. Futuramente, a ideia é que os usuários criem os próprios efeitos visuais e os disponibilizem para toda a comunidade.

Tudo isso pode ser acessado por duas ferramentas distintas. A primeira é o Frame Studio, uma plataforma web em que qualquer pessoa com um perfil ou página no Facebook pode usar a câmera da rede social para criar filtros estáticos para a foto de perfil. Não é necessário ter experiência em programação: basta carregar uma imagem, personalizá-la e fazer o upload. Empresas ainda não poderão utilizar este recurso, com exceção daquelas que já tiverem uma aprovação prévia.

A segunda ferramenta é o AR Studio. Exclusivo para desenvolvedores e disponível em fase beta para Mac, o programa permite a criação de experiências em realidade aumentada, incluindo filtros animados, máscaras e efeitos que respondam a movimentos e interações em tempo real. Os projetos aprovados serão colocados no app da Câmera do Facebook para serem usados pelos internautas em fotos, vídeos e transmissões do Facebook Live.

Os interessados no beta fechado podem se inscrever neste link.

Caption

Com esse anúncio, Zuckerberg e sua companhia devem estabelecer uma base ainda maior de usuários ativos diariamente em seus serviços, incluindo o Instagram e o próprio Facebook. Além disso, uma plataforma focada em realidade aumentada, em que milhões de internautas (sejam eles desenvolvedores ou não) podem ser beneficiar, certamente se mostra mais atrativa do que uma ferramenta fechada — como é o caso do World Lens, em que um número limitado de filtros está disponível e sem possibilidade de alteração. Pelo jeito, o Snapchat precisará se esforçar caso queira se manter no mercado nos próximos anos.

Fonte: Facebook

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome