Facebook já é a principal fonte de notícias de 62% dos norte-americanos

Por Redação | em 30.05.2016 às 08h38

Facebook

A recente polêmica envolvendo a manipulação humana na escolha das notícias dos Trending Topics do Facebook nos Estados Unidos não somente revelou que a rede social não estava sendo imparcial com relação ao conteúdo destacado, mas também que ela é a principal fonte de notícias de muitas pessoas e, por isso, a manipulação dos destaques seria tão preocupante. E isso foi confirmado pelo Pew Research Center, cuja pesquisa mais recente sobre o uso das redes sociais no país mostrou que 62% dos adultos norte-americanos recorrem preferencialmente ao Facebook na hora de conferir as notícias do dia.

A pesquisa foi realizada com 4.600 pessoas entre 12 de janeiro e 08 de fevereiro deste ano, mostrando que o número de pessoas que confia mais nas redes sociais do que nos tradicionais veículos de imprensa na hora de conferir notícias só cresce: em 2012, esse número era de 49%. O estudo também revelou que a maioria desses usuários não costuma recorrer a outras fontes para conferir mais notícias, focando-se exclusivamente no que é exibido dentro do Facebook. Ou seja, para os jornais, revistas, emissoras de rádio e canais de televisão, vê-se cada vez mais a necessidade de alimentar suas páginas na rede social com um maior número de notícias, uma vez que o público tende a se manter nessa plataforma.

Os “caçadores” de notícias em redes sociais também costumam acessar, com frequência, outros serviços como o Reddit, o Twitter e o Tumblr, que não têm mais de um bilhão de usuários como a rede social de Mark Zuckerberg, mas também são ferramentas bastante expressivas. 70% dos usuários do Reddit, por exemplo, disseram que enquanto utilizam o serviço também estão buscando por notícias. Outro dado relevante apontado pelo instituto de pesquisa mostrou que, dos usuários que buscam notícias em redes sociais, a maioria se contenta com apenas uma delas: 64% dos entrevistados conferem notícias apenas em uma rede social (como o Facebook), enquanto 26% procura duas redes para se informar, e apenas 10% disse que caça notícias em três ou mais serviços na internet.

A pesquisa mostrou, ainda, que enquanto os usuários do Facebook, Instagram e YouTube acabam se deparando com notícias de seu interesse mesmo sem procurar por elas intencionalmente, os usuários do Twitter, do Reddit e do LinkedIn fazem o processo inverso: acabam conferindo conteúdos variados enquanto estão procurando por algo específico. Com relação ao perfil dos usuários de cada rede social, o Pew Research Center revelou que, no Facebook, a maioria é mulher, branca, com 30 a 49 anos de idade, enquanto no YouTube a maior parte dos usuários são homens de até 29 anos.

Fonte: Pew Research Center

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome