90% dos usuários deixam de comprar na internet por causa do valor do frete

Por Redação | em 13.04.2017 às 12h12

e-commerce

Com a crise econômica dos últimos dois anos, muitas lojas virtuais brasileiras deixaram de oferecer um dos maiores atrativos para quem gosta de comprar só pela internet: o frete grátis. E isso tem refletido na hora de concluir uma transação: de acordo com um relatório da Cuponomia, site que reúne cupons de desconto das principais varejistas online do país, mais de 90% dos usuários já desistiram de uma compra devido ao valor cobrado pela entrega dos produtos.

Os moradores da região Nordeste são os que sentem o maior impacto, uma vez que os principais centros de distribuição das varejistas ficam localizados no Sudeste. Segundo a pesquisa, 60% dos consumidores nordestinos têm maior preferência por compras com frete grátis, e outros 35% não adquirem nenhum item online todos os meses - a média é de apenas uma vez por mês, ou menos.

Na região Sudeste, por sua vez, 58% dos clientes realizam compras até duas vezes por mês em sites da internet. Cerca de 60% dos consumidores dos Estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo compram, em média, duas vezes ou mais por mês.

Com as múltiplas ofertas de produtos e a praticidade das compras pela internet, 43% dos consumidores afirmam que já gastaram mais que o planejado nas compras online, sendo que 11% sempre ultrapassam o orçamento programado. As datas mais esperadas são os feriados de Natal e Dia das Mães, além da Black Friday, dos quais 1 em cada 4 usuários diz esperar sempre essas datas especiais para comprar o que desejam.

Cupons de desconto

Outra constatação do estudo é que cresceu o número de consumidores que adotam cupons de descontos oferecidos pelas varejistas online. Esse mercado teve um aumento de 20% em 2016 em comparação com o ano anterior. O Distrito Federal é o local onde foi registrada a maior taxa de penetração desses códigos promocionais, duas vezes maior que em São Paulo.

No ano passado, o Cuponomia registrou mais de 15 milhões de cupons de descontos utilizados em compras online e foi responsável por gerar mais de R$ 500 milhões em faturamento para o e-commerce, um aumento de aproximadamente 70% em comparação a 2015. Na América Latina, o Brasil é o país com maior número de buscas por cupons de descontos online, seguido pelo México, Argentina e Colômbia. Nos últimos três anos, a procura por cupons cresceu 130% no território nacional.

Segundo a pesquisa, o preço dos produtos no e-commerce costuma ficar entre 5% e 15% mais baratos que nas lojas físicas. Os usuários que utilizam cupom de desconto chegam a economizar em média 20% a mais por compra. Mais de 50% desses usuários afirmam que os cupons podem motivá-los a fazer compras que não estavam planejadas.

A maioria dos e-consumidores que utiliza os cupons para conseguir economizar um pouco mais nas compras são mulheres (56%), entre 25 a 34 anos (47%), que ganham até dois salários mínimos (50%), com ensino médio (34%) e superior completo (24%). Os estados com maior número de usuários são: São Paulo (36%), Rio de Janeiro (15%) e Minas Gerais (12%). A maior parte (68%) dos consumidores utiliza seus cupons via dispositivos móveis.

A pesquisa da Cuponomia foi realizada entre os períodos de 8 a 14 de novembro e 7 a 17 de dezembro de 2016. O estudo tem uma taxa de confiança de 95%, e a margem de erro pode variar em 6 pontos percentuais para mais ou para menos.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome