Homem é obrigado a provar que não é Saddam Husseim para obter reembolso da Apple

Por Redação | em 31.10.2016 às 12h35

Apple

A preocupação da Apple com a segurança de suas vendas extrapolou os limites em um caso de pedido de reembolso feito por um usuário do Reino Unido, o que deveria ser resolvido com facilidade. Deveria, na teoria, pois a Maçã se recusou a reembolsar um rapaz pela compra de um iPhone, a menos que o homem pudesse provar que ele não era o falecido ex-ditador iraquiano Saddam Hussein.

Isso mesmo, Sharakat Hussain, 26, ficou consternado ao receber um e-mail da Apple, como resposta ao seu pedido de reembolso, alegando que ele estava na chamada "Denied Parties List", famosa lista do governo americano que inclui milhares de pessoas que possivelmente tem alguma ligação, ainda que distante, com o que os Estados Unidos consideram indesejável (terrorismo, boicote, atos imigratórios, etc).

O jovem, que trabalha como motorista e mora na cidade de Birmingham, teria comprado um iPhone para a sua irmã, mas, com o presente rejeitado por ela, tentou obter o seu dinheiro de volta. Ele pagou 799 euros pelo dispositivo, o equivalente a US$ 972. Devido ao alto custo do modelo que comprou, Hussain foi dito que ele iria receber o seu dinheiro através de transferência bancária.

Porém, depois de esperar por várias semanas e não ver a quantia de volta em sua conta bancária, Hussain recebeu um e-mail da Apple em que foi solicitado a fornecer provas de que ele não era, de fato, o falecido ditador, que foi enforcado em uma base do exército iraquiano em 2006, após ser condenado à morte pelo assassinato de 148 xiitas em 1982, quando governava o país com mão-de-ferro. Sim, mesmo com seu nome e sobrenome serem escritos de forma completamente diferente de Saddam Hussein, ele foi confundido.

O jovem envolvido na confusão declarou ao jornal The Sun que "achava que o e-mail era spam, fiquei chocado ao descobrir que era real. Eu estava furioso ao ser ligado a Saddam". Depois de tudo esclarecido, a Apple pediu sinceras desculpas a Hussain e prometeu acelerar seu reembolso. Que gafe, hein?

Fonte: The Times of Israel

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome