'Procurando Dory' vira ferramenta para ajudar a encontrar crianças desaparecidas

Por Redação | em 05.07.2016 às 14h30

Dory bebê

Quem foi ao cinema assistir ao filme Procurando Dory certamente se emocionou com a triste história da personagem-título. Acometida por problemas de memória, a peixinha acaba se perdendo de seus pais quando ainda era criança e não consegue mais encontrar o caminho de casa. E, por mais dramáticas que sejam as cenas no longa, essa é uma realidade que muitas crianças reais passam de verdade em nosso mundo.

Por conta disso, a ONG Mães da Sé decidiu se aproveitar a estreia da nova animação da Pixar para trazer o assunto de volta à tona e conscientizar as pessoas sobre esses casos de desaparecimento que, na maioria das vezes, acabam passando despercebidos por nós. Em parceria com mais de 20 cinemas espalhados por todo o país, o grupo criou uma ação que substitui o nome de Dory pelo de uma dessas crianças desaparecidas.

Batizado de Procurando Nossos Filhos, o vídeo está sendo exibido antes das sessões do desenho e traz fotos e algumas informações sobre cada um dos casos apresentados. Além disso, a dubladora Maíra Góes, que interpreta Dory no filme, emprestou sua voz para narrar a peça e aproximar a ação ainda mais de seu público, mostrando que os eventos apresentados na telona também têm correspondentes bem reais aqui fora. A diferença é que, neste caso, você não precisa ser um peixe ou um polvo para ajudar.

A ação da ONG com Procurando Dory também teve uma versão para o Facebook. Neste caso, ao invés do vídeo, o grupo Mães da Sé promoveu uma série de postos interativos com imagens em 360º para que o público em que fotos dessas crianças são espalhadas em torno do espectador. Aproveitando-se do recurso, é possível ver informações sobre esses desaparecimentos sempre que você “olhar para o lado”. Como a própria foto explica, mais de 200 mil pessoas desaparecem todos os anos e elas podem estar ao seu lado, por mais que você não saiba. E é por isso que essas campanhas são tão importantes.

Fundada em 1996, a ONG Mães da Sé já cadastrou mais de 9 mil casos de desaparecimento de crianças em todo o país desde a sua criação e vem ajudando a dar um final feliz para essas histórias. Ao longo dessas duas décadas, o grupo já acabou com o drama vivido por mais de 4 mil famílias. E, se as redes sociais e uma animação tão divertida como Procurando Dory podem ajudar a aumentar esses números, essa é uma ação que merece nossa atenção.

Via: Mães da Sé (Facebook)

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome