Vídeos amadores flagram impacto de possível asteroide em Júpiter

Por Redação | em 30.03.2016 às 11h40

impacto em Júpiter

No dia 17 de março, dois astrônomos amadores registraram em vídeo um fenômeno incrível: o impacto de um objeto espacial na superfície de Júpiter. Apesar de não se ter ainda a confirmação do que se trata o tal objeto, tudo indica que foi mesmo um asteroide que entrou nas densas nuvens do maior planeta do Sistema Solar.

Gerrit Kernauer, morador da cidade de Mödling, na Áustria, estava registrando imagens de Júpiter com seu telescópio, capturando os melhores frames da observação a fim de compilar as melhores partes de cada e criar uma imagem final de alta resolução (técnica bastante comum utilizada por observadores em todo o mundo). Mas o que o astrônomo amador não esperava era, em um dos frames registrados, ter capturado o exato momento em que um corpo desconhecido adentrava as nuvens gasosas do planeta. Confira:

Para tirar qualquer dúvida a respeito da veracidade do fenômeno (já que o ponto brilhante poderia ter sido resultado de algum tipo de reflexo inesperado no telescópio, por exemplo), basta assistir a um segundo vídeo registrado por John McKeon, que também observava e registrava em vídeo as imagens de Júpiter no mesmo dia e horário de Kernauer, porém em Dublin (capital da Irlanda). O vídeo de McKeon mostrou exatamente o mesmo impacto registrado na Áustria:

Quanto à natureza do tal objeto invasor, ainda não se sabe exatamente do que se trata, apesar da possibilidade de ser um asteroide ser a mais provável, já que esses corpos celestes são mais abundantes naquela região do Sistema Solar. Pelo menos é o que acredita Paul Chodas, especialista da NASA contatado pelo Space.com para comentar o ocorrido. “Do nosso ponto de vista, isso serve para nos lembrar que impactos no Sistema Solar são reais e que Júpiter é constantemente bombardeado por eles. O planeta atrai uma grande quantidade de asteroides e cometas. Estamos observando esses impactos em Júpiter cerca de uma vez por ano”, completou.

Em 1994 astrônomos puderam observar o impacto do cometa Shoemaker-Levy 9 no planeta gigante, e desde então cientistas têm prestado mais atenção a esse tipo de ocorrência. O astrônomo Heidi Hammel contou ao Mashable que em 2009 um grande impacto foi visto - cujas imagens puderam ser registradas pelo telescópio espacial Hubble -, e que outras colisões significativas também foram observadas em 2010 e 2012. 

impacto em Júpiter 2009
Cientistas da NASA estavam calibrando o telescópio espacial Hubble quando observaram um grande impacto na superfície gasosa de Júpiter em julho de 2009 (Reprodução: NASA)

Fontes: Slate, Space.com

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome