Mars One realiza nova etapa do processo seletivo que levará 24 pessoas a Marte

Por Redação | em 07.06.2016 às 20h15

Marte

A organização Mars One, que pretende levar 24 pessoas par colonizar Marte, anunciou mais uma etapa do seu processo seletivo. Em um futuro próximo, 100 candidatos previamente selecionados passarão por novos testes nos quais apenas 40 seguirão para a próxima e última etapa. 

Serão cinco dias de testes muito semelhantes aos que a NASA submete seus astronautas. Os desafios colocarão os candidatos cara a cara para demonstrarem suas capacidades de trabalharem em equipe, como habilidades de liderança, decisão e formação de grupos. 

A Mars One disse, via nota no site, que entende que para muitos que não têm interesse em sair da Terra, ir para Marte seria algo como uma punição, logo, seria muito difícil para eles entenderem por que alguém faria isso. No entanto, foram 200 mil inscritos que fariam de tudo para realizar o sonho de participar de uma viagem interplanetária e sentem a mesma dificuldade de entender por que alguém não o faria. 

A NASA também pretende levar missões tripuladas a Marte (previstas para 2030), porém, seus planos incluem trazer as pessoas de volta. A Mars One, no entanto, não pensa nisso apenas como uma missão, mas como uma colonização mesmo. Segundo a organização, novos astronautas seriam enviados ao Planeta Vermelho a cada dois anos, de modo que uma colônia fosse aos poucos formada até o ponto de construir uma infraestrutura a partir de materiais locais, como árvores. Quanto mais colonizadores, mais energia criativa para superação de problemas e inovações em um ambiente desafiador. 

Apesar de soar muito distante, a Mars One afirma que tem feito reuniões com engenheiros e fornecedores de tecnologia de todo o mundo. Por exemplo, a agência SpaceX forneceria o foguete Falcon Heavy para lançar a nave ao espaço – que ainda não existe. A comunicação com o nosso planeta ficaria por conta de dois satélites e estações na Terra que receberiam e enviariam informações, mas a falta de detalhes nos deixa um pouco incertos quanto a sua viabilidade.

Claro que viagens interplanetárias e espaciais mexem com o imaginário de muita gente, ainda mais para quem gosta de filmes de ficção científica. Tudo parece simples com os propulsores hiperespaciais e teletransporte das produções cinematográficas, mas para a nossa tecnologia isso está muito distante e há grandes chances de uma viagem sem volta. Talvez o espírito desbravador e corajoso dos que não temem a possibildiade de uma morte pré-datada - ou ao menos muito provável - seja um dos fatores que trarão real avanço para a humanidade. Você toparia uma empreitada dessas? 

Fonte Universe Today

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome