Chuva de Meteoros terá pico de visibilidade nesta madrugada

Por Redação | em 05.05.2016 às 22h26

Chuva Meteoros

A chuva de meteoros Eta Aquaridas acontece todos os anos, sendo formada quando a Terra passa por resquícios deixados pelo Cometa Halley. Como o próprio nome sugere, a chuva ocorre na constelação de Aquário, e pode ser vista a olho nu em praticamente todo o planeta, exceto nos polos.

O fenômeno é formado porque o Cometa Halley, durante a sua passagem pelo Sistema Solar, deixou um rastro de detritos no caminho. Desta forma, a poeira acaba por entrar na atmosfera terrestre a aproximadamente 240 mil km/h, resultando na formação dos meteoros. Vale lembrar que a última passagem do Halley próxima a Terra se deu em 1986, o que significa que o cometa poderá ser visto novamente por aqui apenas em 2061.

Apesar de a Eta Aquaridas poder ser observada até o dia 28 deste mês, o pico de visibilidade se dará entre esta quinta-feira (5) e sexta-feira (6), principalmente a partir das 2h da manhã. Algumas informações apontam para a possibilidade do pico se estender até o sábado, mas é melhor aproveitar o show espacial nos horários confirmados para não correr o risco de perder.

O ideal para uma melhor observação das estrelas cadentes é buscar locais com poucas nuvens e baixa luminosidade. Ou seja, cidades grandes, como São Paulo, podem acabar tendo a visibilidade prejudicada. De qualquer forma, como a lua está em sua fase crescente, a sua luz não irá interferir na visão, o que aumenta as chances de observação nas metrópoles.

De acordo com os especialistas, em seu pico, a chuva apresentará um espetáculo de cerca de 50 meteoros por hora. Apesar de se originar na constelação de Áquario, as estrelas cadentes poderão surgir de diferentes constelações. Ou seja, não há com o que se preocupar caso você não saiba localizá-la. 

Além da Eta Aquaridas, os amantes de astronomia poderão desfrutar de outro fenômeno na próxima segunda-feira (9). Trata-se da passagem do planeta Mercúrio entre a Terra e o Sol, sendo possível observar um pequeno eclipse que acontece somente 14 vezes por século. 

Fontes: Super Interessante, Galeria do Meteorito

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome