Duo: app de videochamada do Google não tem chance contra rivais, aponta analista

Por Redação | em 16.08.2016 às 21h12 - atualizado em 16.08.2016 às 22h02

Google Duo

Em maio deste ano, o Google anunciou duas novas soluções para comunicação que prometem bater de frente com WhatsApp, Telegram, Skype e outros grandes nomes dos mensageiros instantâneos: Allo e Duo. Hoje (15), o Duo chega às lojas de aplicativos com versões para Android e iOS tendo como principal apelo o suporte a conexões de baixa velocidade, surgindo como grande alternativa inclusive para o FaceTime, o serviço de videochamadas proprietário da Apple e disponível com exclusividade nos aparelhos com iOS.

Mas, sendo francos, quais as chances da nova investida do Google para “derrubar um gigante”? Nós já vimos isso acontecer com produtos como Wave, Buzz, Google+ e até mesmo o Hangouts, porém, a história prova que nem mesmo todo o apelo de marketing e a onipresença do Google às vezes são suficientes para emplacar algo. E com o Duo a coisa não deve ser muito diferente, ao menos é o que acredita a analista Kris Carlon, do site Android Authority.

Em postagem feita na tarde desta terça-feira, Carlon admite que, caso entregue toda a simplicidade e funcionalidade (inclusive em áreas com sinal fraco de internet móvel) que promete, o Duo tem chances de se estabelecer. Porém, as probabilidades até o momento pesam mais contra do que a favor do novo app do Google.

“Quando um novo aplicativo é lançado com essencialmente um recurso único (que funciona de forma apropriada em apenas um sistema operacional mobiel), sem versão para desktop, sem suporte para múltiplos dispositivos e sem nenhuma razão aparente para que uma pessoa com iOS o instale, então isso soa como uma receita para o desastre”, crava a analista. “Simplicidade é legal, ser feito apenas para o mobile é OK, mas claramente falta uma série de coisas aqui.”

Ligado à agenda de contatos

Outro detalhe apontado por ela como algo a dificultar o estabelecimento da nova ferramenta é o fato de uma conta no Duo ser associada a um número de telefone, como acontece no WhatsApp, por exemplo. “Atar o aplicativo a um número de telefone significa que não há a possibilidade de usar o Duo em múltiplos dispositivos”, comenta. “Isto pode não ser um problema para muitas pessoas, mas requer que você tenha o número de telefone de todos os seus amigos para falar com eles pelo Duo.”

Aqui, vale ressaltar um ponto que ainda não é possível averiguar no Duo: o app de mensagens Telegram também associa a sua conta a um número de telefone, porém é possível utilizar este serviço a partir de inúmeras plataformas, como smartphones, tablets, web ou desktop. Resta saber se o Google seguiu este exemplo e, ao menos daqui um tempo, vai permitir que isso aconteça com o Duo.

Além disso, a própria Carlon admite que esta característica não impediu o WhatsApp de se tornar o app mais popular do gênero no mundo. Contudo, ela lembra também que “o Duo não tem uma versão web nem outros recursos divertidos, como stickers, conversas em grupo, filtros de realidade aumentada (ou qualquer outra coisa, de fato) para convencer os seus amigos a embarcar”.

Em suma, o ponto central da crítica de Kris Carlon é a ausência de atrativos para que o Duo se torne uma opção, de fato, para quem já usa outros serviços. O aplicativo serve apenas para realizar chamadas em vídeo, não é possível sequer enviar mensagens de texto para os seus contatos, então ele deve atingir apenas um certo nicho de público que realiza este tipo de atividade.

“A melhor chance de sucesso do Duo será ele se tornar um aplicativo nativo do Android 7.0 Nougat”, alerta Carlon, “assim como o Hangouts fez antes dele”, conclui a analista, ressaltando que apps do sistema nem sempre convencem os usuários a adotá-lo apenas porque já estão ali.

Fonte: Kris Carlon/Android Authority

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome