Câmara suspende sessão de regulamentação do Uber em São Paulo

Por Redação | em 27.04.2016 às 21h05

Uber

A discussão sobre a regulamentação do Uber começou nesta quarta-feira (27) às 15h na Câmara Municipal de São Paulo, e o dia foi marcado por diversas confusões. Desde cedo diversos manifestantes contrários ao projeto de lei que visa regulamentar o aplicativo protestaram em diversos locais, fechando as ruas e fazendo bastante barulho.

O fato é que mesmo depois de quatro horas de discussões, a sessão, que poderia ter sido a votação final do projeto, acabou sendo suspensa. Isso ocorreu por conta da apresentação de duas novas versões do projeto elaborado pelo vereador José Pólice Neto, o que significa que os novos textos deverão passar por um processo de avaliação antes de uma nova votação no plenário.

Taxistas Protesto

Taxistas se manifestam contra o Uber (Reprodução: G1)

A proposta do vereador é a regulamentação de três tipos de serviços por aplicativos: transporte privado de passageiros – como o Uber –, aluguel de veículos particulares e serviços de carona pagas ou gratuitas. O prefeito Fernando Haddad, no entanto, enviou uma versão do projeto que diminui a taxa cobrada no valor das corridas de 25% para 15%. Essa mudança prevê atender às exigências dos motoristas do Uber, que têm reclamado da queda de seu lucro desde o ano passado.

Além dessa alteração, o novo projeto propõe uma mudança no valor da multa para motoristas que não passarem pelo processo de regularização. Anteriormente 50 mil reais, o valor atualizado passou para 2,5 mil reais.

Via: Uol

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome