Informações vazadas revelam um iPhone 8 supercompacto e com bateria maior

Por Redação | em 15.02.2017 às 12h39 - atualizado em 15.02.2017 às 13h00

iPhone 8

Ming-Chi Kuo, analista da KGI Securities e uma das fontes mais confiáveis de informações sobre os dispositivos da Apple, atacou novamente nesta quarta-feira (15) com informações fresquinhas sobre algumas possíveis características que podemos esperar no aguardado iPhone 8.

De acordo com as novas informações vazadas por Kuo, o próximo flagship da Apple não medirá esforços para correr atrás do prejuízo que a marca vem sofrendo com quedas em suas vendas, o que incluirá um redesenho do dispositivo e uma bateria bem maior.

A bateria sempre foi um problema crítico dos antigos iPhones e motivo de desgosto para muitos usuários dos dispositivos, mas finalmente pode ser resolvida na nova geração.
Segundo Kuo, a Apple colocará uma bateria de 2.700 mAh no iPhone 8, o que significará 30% mais carga do que os 1960 mAh do iPhone 7. A capacidade energética maior é resultado de um novo design em camadas das placas do smartphone, o que diminuirá pela metade o espaço ocupados pelos componentes internos e possibilitará a bateria mais generosa.

Além das otimizações de bateria já trazidas pelo iOS, vale lembrar que o iPhone 8 também virá com um display OLED de 5 polegadas, mais eficiente do que telas LCD, e, por isso, promete uma boa duração de carga ao smartphone.

Nova lógica de componentes em camadas permitirá uma bateria maior ao iPhone 8 (foto: reprodução/MacRumors)

O analista revelou ainda que o iPhone 8 trará um design "supercompacto", mantendo um tamanho semelhante às 4,7 polegadas do iPhone 7, mesmo com suas 5 polegadas de dimensão. A ideia da Apple aqui é manter o dispositivo usável em uma única mão, o que, de certa forma, é a estratégia oposta da maior parte do mercado Android – que tem avançado na direção de phablets cada vez maiores.

Para aumentar o display sem aumentar o celular, a Apple deverá fazer cortes "dramáticos" nas bordas superior e inferior do dispositivo, o que pode significar a remoção do icônico botão home, que deverá ser integrado à tela com um Touch ID virtual. Decisões semelhantes são esperadas por parte da LG e Samsung para seus flagships deste ano.

Via: Forbes

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome