Apple Watch pode ganhar tela flexível, indica patente

Por Redação | em 10.06.2016 às 09h59

Apple Watch e Gear S

A poucos dias da WWDC 2016, que começa na próxima segunda-feira, dia 13, mais especulações sobre os produtos da Apple surgem em todos os cantos da internet. Nesta semana, por exemplo, a Maçã registrou no escritório de patentes dos EUA uma série de documentos que descreve um suposto wearable de formato flexível. Chamado pela empresa de "dispositivo eletrônico moldável ao braço" nos papéis, o gadget pode ser um dos planos não tão distantes para o Apple Watch.

No documento registrado nesta quinta-feira (9), a companhia detalha parte do funcionamento desse misterioso dispositivo. Segundo os papéis, que são originalmente de dezembro de 2014, o gadget não conta com um display OLED — tecnologia de tela comum em dispositivos com corpo flexível —, mas sim uma camada de microLEDs envolvidos em um substrato de silicone que possui cerca de 50 micrometros de espessura. Se considerarmos que essa medida é equivalente a 0,5 mm, todo o conjunto se torna ainda mais fino que a TV OLED mais fina do mundo, apresentada pela LG como um protótipo em meados do ano passado. 

Apple watch com MicroLEDs

(Foto: Reprodução/AppleInsider)

Além de bastante delgada, a tecnologia também parece ser muito eficiente energeticamente: durante uma conversa com Andreas Bibl, CEO e fundador da LuxVue Display, uma desenvolvedora de telas adquirida pela Apple também 2014, o Apple Insider descobriu que os diminutos LEDs são mais econômicos e brilhantes que as telas de matriz orgânica (OLED), algo muito interessante para um dispositivo como um relógio, feito para ser usado inclusive sob o sol.

Apple watch com MicroLEDs

Na imagem, é possível ver uma versão similar e aumentada dos microLEDs criados pela empresa de Bibl (Foto: Reprodução/IMEC)

Bibl ainda citou que a única desvantagem da tecnologia desenvolvida perante o OLED é o custo para produzi-la em larga escala, mas que a Apple já está procurando formas de tornar o microLED possível. Embora tenha sido levada ao público apenas ontem, a patente foi criada há pouco menos de dois anos, e por isso pode representar o que veremos na próxima geração do Apple Watch a ser lançada no final deste ano.  

De qualquer forma, é válido lembrar que diante de tantos rumores sobre a Apple adotar o OLED também no iPhone em 2017, fica complicado afirmar se esse tipo de painel vai mesmo ser usado em algum produto da empresa. Apesar de não ter sido tão citado nos rumores mais recentes sobre a Maçã, é esperado que o Watch deste ano apresente um design mais ergonômico, possivelmente com uma curvatura que acompanhe o seu encaixe no braço, e também conte com um modem de dados 3G e 4G para torná-lo menos dependente do iPhone. 

Caso queira ler o registro original da patente, que está em inglês, clique aqui.

Via: Apple Insider

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome