Apple está sendo processada por ter forçado usuários a atualizarem para o iOS 7

Por Redação | em 03.02.2017 às 08h49

Apple Keynote

Que a Apple é uma frequentadora assídua dos tribunais norte-americanos, isso todo mundo já sabe. Normalmente a Maçã arranja briga com outras empresas de tecnologia, sobretudo por quebra de patente e coisas do tipo. Mas agora é uma ação coletiva que está levando a empresa de volta à Justiça.

A ação acusa a Apple de ter forçado os usuários de iPhone a migrarem do iOS 6 para o iOS 7, numa tentativa da empresa de não perder dinheiro devido ao pagamento de licenças de uma tecnologia empregada na versão mais antiga do sistema móvel. Para entender isso tudo, primeiro é preciso contextualizar.

Quando o FaceTime foi lançado em 2010, ele usava duas tecnologias diferentes para conectar um iPhone a outro. A primeira delas era um sistema peer-to-peer (P2P) que conectava os smartphones diretamente um com o outro; e a outra era uma tecnologia de transmissão de dados baseada nos serviços da Akamai.

O problema é que a Apple se envolveu numa disputa judicial por quebra de patente com outra empresa, a VirnetX, foi considerada culpada e teve de abandonar o sistema P2P usado no iOS 6. Por causa disso, a tecnologia da Akamai, que antes era usada em cerca de 10% das chamadas do FaceTime, teve seu uso bastante ampliado. E aí todo mundo sabe que quanto mais se usa uma tecnologia terceira, mas se tem de pagar por ela.

Resultado: em setembro de 2013 a Akamai estava arrastando US$ 50 milhões dos cofres da Apple apenas pelo uso de sua tecnologia nas chamadas do FaceTime. E foi aí que a Maçã percebeu que isso não estava dando certo e que precisava bolar uma maneira de não dar tanto dinheiro à Akamai.

A saída encontrada foi a criação de uma nova tecnologia P2P para as chamadas do FaceTime, dessa vez sem o envolvimento de qualquer outra empresa, sem o pagamento de qualquer tipo de licença. O problema é que essa nova tecnologia só poderia ser implantada no iOS 7, e a Apple teria que dar um jeito de fazer os usuários do iOS 6 migrarem para a nova versão. E como isso foi feito?

De acordo com a ação coletiva registrada no tribunal de São José, na Califórnia, a Apple fingiu um bug no FaceTime no iOS 6 de maneira deliberada e alegou que a única forma de corrigi-lo era atualizando o sistema para a versão 7. A cara de pau foi tamanha que até a página de suporte da empresa dizia na época que um problema no FaceTime para iOS 6 estava impedindo seu uso e que a única maneira de corrigir isso era atualizando para o novo sistema.

Para piorar a situação, os que se renderam à chantagem acabaram descobrindo que seus iPhones 4 e 4s não suportavam a build 7.0.4 do iOS e viviam travando. Sem ter como voltar à versão antiga, muita gente se viu obrigada a trocar de aparelho.

A ação também acusa a Apple de competição injusta e de intencionalmente ter interferido o funcionamento de bens de terceiros, e por isso pede uma quantia não revelada de dinheiro como indenização. Que fria, heim Apple?

Fonte: PhoneArena, Apple Insider

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome