Facebook, WhatsApp e Messenger são os apps mais baixados da história no Android

Por Redação | em 11.05.2016 às 12h05 - atualizado em 12.05.2016 às 10h52

Facebook

Mark Zuckerberg tem motivos para sorrir agora que, mais uma vez, fez história. Sua empresa possui nada menos do que os quatro aplicativos mais baixados da história do sistema operacional Android de acordo com uma compilação feita pelo site AppAnnie. Ao contrário do que acontece normalmente, em que os levantamentos se baseiam em números recentes, a pesquisa da vez considerou todo o histórico de downloads da plataforma.

Na ordem, Facebook, WhatsApp, o Messenger da rede social e o Instagram são os quatro mais baixados da história do Android. Confira a lista com os 10 mais populares de todos os tempos:

  1. Facebook: app que dá acesso à rede social;
  2. WhatsApp: mensageiro que utiliza a internet para trocar mensagens e arquivos;
  3. Messenger: software de mensagens do Facebook, que se tornou independente no ano passado;
  4. Instagram: rede social de compartilhamento de fotos;
  5. Clean Master: otimizador para o sistema operacional;
  6. Skype: software para comunicação por texto e chamadas de áudio ou vídeo;
  7. LINE: mensageiro bastante popular na Ásia;
  8. Viber: mais um mensageiro com forte presença no Japão;
  9. Twitter: rede social de mensagens curtas e compartilhamento de imagens e vídeos
  10. Flashlight by Surpax: transforma o flash LED em uma lanterna, acesa constantemente.

Ao fazer o levantamento, entretanto, a AppAnnie não levou em conta os aplicativos essenciais do próprio Google, como o sistema de buscas, o Gmail ou o serviço de mapas. Como eles vêm pré-instalados em muitos dispositivos Android, a ideia é que inclui-los poderia perverter os resultados, que deveriam levar em conta apenas decisões conscientes dos usuários de baixar um determinado software.

Apesar de dominar o top global, o Facebook tem uma oferta de aplicativos predominantemente gratuitos, e sendo assim, nem mesmo aparece na lista de softwares com maior faturamento. Aqui, entretanto, temos o domínio quase completo de outra companhia, a japonesa Line, com as três aplicações mais rentáveis. Além do mensageiro em si, que trabalha com um modelo freemium para créditos de chamadas, por exemplo, a companhia emplacou o Line PLAY, uma rede social baseada em avatares, e o Line Manga, que dá acesso a publicações mediante pagamento.

Ao contrário do que poderia se esperar, entretanto, não foi Candy Crush Saga que levou o título na categoria jogos mais baixados. Aqui, o título da King foi desbancado por Subway Surfers, da Kiloo, um runner em que os jogadores devem correr sobre trens acumulando bônus, fugindo da polícia e desviando de obstáculos. Pou, espécie de bichinho virtual para o Android, ficou na terceira colocação.

O game da King também ficou para trás em termos de faturamento, aparecendo apenas na quarta posição. Ele ficou atrás de Puzzle & Dragons, da GungHo, Clash of Clans, da Supercell, e Monster Strike, da Mixi. Todos adotaram o modelo free-to-play, em que o título é gratuito para ser baixado e jogado, mas utiliza microtransações para a compra de itens, vidas extras ou vantagens especiais.

Fonte: Quartz

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome