Amazon lança serviço para concorrer com o YouTube

Por Redação | em 10.05.2016 às 12h21

amazon

A Amazon, a gigante do comércio eletrônico, lançou oficialmente sua plataforma de vídeos para bater de frente com o YouTube. O Amazon Video Direct (AVD) é aberto para qualquer criador de conteúdo e vai concorrer diretamente com os serviços de vídeos do Google, Facebook e Vimeo por views e propagandas.

Os produtores de conteúdo que optarem por participar do Amazon Video Direct terão quatro opções de distribuição: o conteúdo pode ser disponibilizado para assinantes do Prime Video e gerar uma quantia por hora assistida; os vídeos podem ser vendidos e adicionados em serviços de streaming parceiros do programa; as produções podem ser ofertadas para aluguel ou venda; ou, podem ser disponibilizadas diretamente para todos os clientes da loja online da Amazon de graça com a adição de propagandas — nesse caso os criadores vão receber 55% do lucro gerado com propagandas, mesmo sistema utilizado hoje pelo YouTube.

No caso de compras digitais, a Amazon vai pagar aos parceiros 50% do lucro gerado com vendas, aluguel ou serviços de assinatura. Caso escolham distribuir o conteúdo pelo Prime Video os criadores recebem royalties de US$ 0,15 por hora de stream assistido nos EUA e US$ 0,06 em outros territórios, limitado a US$ 75.000 por ano.

A empresa também aproveitou para lançar outra modalidade do serviço chamada AVD Stars, um programa que oferece US$ 1 milhão de recompensa ao criador de vídeo mais talentoso. O fundo AVD Stars já é elegível para criadores de conteúdo que começarem a produzir no dia 1º de junho.

O vice-presidente da Amazon Video, Jim Freeman declarou: "Temos mais opções de distribuição do que nunca, e com o Amazon Video Direct, pela primeira vez temos opção também para os criadores de conteúdo incluírem seus vídeos em um serviço de assinatura premium de streaming. Estamos animados para facilitar a distribuição de vídeos para aumentar a audiência dos criadores".

Produtores de vídeo que estiverem interessados no serviço devem se cadastrar no site. Vale lembrar que o serviço de streaming Prime Video só está disponível até o momento nos EUA, Reino Unido, Alemanha, Áustria e Japão.

A Amazon ainda destacou que o AVD tem como vantagem já suportar diversos dispositivos, incluindo tablets e smartphones com iOS ou Android, smart TVs, Amazon Fire TVs e consoles. Os parceiros terão liberdade total para mudar a forma de distribuição de conteúdo de acordo com o retorno que obtiverem. O serviço ainda vai incluir dados de performance geral dos vídeos, lucro projetado, histórico de pagamentos e número de inscritos.

Via: Variety

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome