Intel se une a Microsoft, Dell, HP e Lenovo para lançar notebooks com conexão 5G

Por Felipe Demartini | 22 de Fevereiro de 2018 às 12h10
Tudo sobre

Intel

A Intel anunciou uma parceria com a Microsoft, Dell, HP e Lenovo para o lançamento de notebooks com tecnologia 5G no final do ano que vem. A fabricante será a responsável por fornecer não apenas os processadores, mas também os modens necessários para utilização da conexão, que funcionará em computadores com sistema operacional Windows 10.

A iniciativa é parte do foco aprimorado da Intel no mercado mobile, mas também representa uma grande união para fomento da tecnologia em si. A ideia das companhias envolvidas é acelerar a adoção do 5G, entregando produtos compatíveis para os consumidores e incentivando operadoras de telefonia a iniciarem os trabalhos com a rede de alta velocidade.

Uma boa dose de realidade, entretanto, deve ser levada em conta aqui. Da mesma forma que Dell, HP e Lenovo pretendem lançar seus primeiros notebooks com 5G no final do ano que vem, grandes operadoras americanas têm previsão parecida para lançamento de suas redes. A AT&T e a Verizon, por exemplo, trabalham com essa expectativa, enquanto a T-Mobile já anunciou que só lançará a categoria depois de 2019.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Na Europa, a expectativa é semelhante, enquanto no Brasil os primeiros testes com a tecnologia 5G começaram a acontecer apenas em agosto do ano passado. Acordos internacionais devem facilitar a instalação da tecnologia por aqui, mas a previsão é que as licitações para chegada da rede em nosso país comecem apenas em 2020.

Os early adopters dos notebooks a serem lançados, entretanto, não ficarão sem usufruir de conexão móvel. De acordo com a Intel, os modems 5G a serem utilizados nos produtos são capazes de se conectarem também a redes 2G, 3G e LTE, garantindo seu funcionamento em praticamente todo o mundo e, principalmente, naquelas regiões em que a opção mais veloz e recente não estiver disponível.

Mais do que tudo isso, o desejo da Intel é unir suas duas principais áreas de atuação. A empresa já é consagrada no mercado de PCs e agora se aventura no setor mobile – com rumores até de uma parceria com a Apple para a próxima geração de iPhones. Como resultado disso, a aposta é em notebooks com conexão móvel, um tipo de equipamento que ainda tem baixíssima penetração no mercado – e que pode representar uma oportunidade de crescimento interessante na medida em que laptops e tablets brigam por um mercado que parece cada vez mais misturado.

Fonte: Intel

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.