Google deve lançar Pixelbook Go 4K junto com os novos Pixel 4

Por Claudio Yuge | 23 de Setembro de 2019 às 21h30
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Pixel 4

Ficha técnica

A Google já vem planejando o lançamento de uma nova safra de Pixelbooks há algum tempo, e muita gente esperava algum upgrade para competir no setor premium. Mas, ao que parece, a ideia será oposta a isso, com um laptop em um formato mais tradicional e focado em mobilidade. O Pixelbook Go deve ser lançado no mesmo evento de apresentação do Pixel 4, no dia 15 de outubro.

De acordo com fontes do 9to5Google, o hardware não será um Pixelbook 2, e sim uma continuação do Pixelbook original mais inclinada aos já testados e aprovados Chromebooks. Assim, o design deixaria de lado a forma conversível 2-em-1, a compatibilidade com a caneta Pixelbook, e o tablet Pixel Slate como teclado, em prol de uma abordagem mais tradicional — um notebook ergonômico em forma de concha.

(Imagem: 9top5Google)

Como as primeiras pistas sobre esse aparelho apareceram no início do ano, durante uma sessão do Google Hardware no evento Google Cloud Next 2019, é bem possível que seja uma máquina otimizada para a portabilidade baseada no ecossistema da Google via Chrome OS. Sua construção deve ter liga de magnésio, o que o tornará mais leve, e o hardware deve ser mais convencional, para facilitar a manutenção.

Protótipo “Atlas Chromebook” seria o Pixelbook Go

De março a julho, vários vazamentos mostraram um possível laptop da Google, então chamado de “Atlas Chromebook”, mais tarde associado ao “Pixelbook 2”. Este, na verdade, seria o Pixelbook Go. Segundo detalhes encontrados no código-fonte do Chromium, sua tela seria sensível ao toque, com 13,3 polegadas na proporção 16:9, e resolução Full HD ou 4K.

Somente os modelos mais avançados teriam display 4K, com a mesma marca “Molecular Display” do Pixel Slate. Isso torna o Pixelbook Go o segundo Chromebook a apresentar essa opção de exibição, seguindo o Lenovo Yoga Chromebook C630.

A ideia seria oferecer uma ampla variedade de configurações e preços, com processadores Intel Core i3, i5 e i7 com 8 GB ou 16 GB de RAM e 64 GB, 128 GB ou 256 GB de armazenamento interno. Os alto-falantes seria de primeira linha, muito mais poderosos que os do Pixelbook, e o computador viria com dois na frente (como o Pixel Slate, para aproveitar melhor a Google Assistente) e uma câmera frontal de 2 MP capaz gravar 1080 pixels a 60 quadros por segundo.

A proteção vem com a chave de segurança Titan X, e a conectividade fica por conta de Wi-Fi e Bluetooth. Com relação às portas, são duas USB-C, uma de cada lado, com LED, e uma para fone de ouvido 3,5 mm. Inicialmente os aparelhos devem ser apenas duas cores, preta e uma de tom rosa.

Ainda não há previsão de preço, mas é bem possível que os valores fiquem alinhados aos Pixelbook e Pixel Slates de mesmas configurações; ou seja, algo a partir de US$ 790. O jeito é esperar pelo evento do próximo dia 15, em Nova York, onde serão anunciados os Pixel 4 e alguns outros produtos, como o controlador de dispositivos para casas conectadas Nest Mini e o gerenciador de conexões integrado com smart speaker Nest Wi-Fi.

Fonte: 9to5Google  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.