Dell promete humilhar o MacBook Pro com a resolução de seu novo notebook

Por Redação | 10 de Novembro de 2017 às 15h34
TUDO SOBRE

Dell

Os produtos da Apple sempre foram uma referência do mercado, de seus iPhones aos iPads, passando, claro, pelos computadores. Símbolo de excelência da marca, os notebooks e desktops da Maçã são tratados como topo de linha.

Mas já faz algum tempo que seus produtos estão encontrando concorrência forte, com produtos similares e que reproduzem a mesma experiência. É o caso da linha Dell XPS, que apresenta um pacote robusto, com ótimo desempenho e bons recursos. Só que essa concorrência vai ficar mais acirrada e fazer a festa de quem precisa de um aparelho para trabalhar.

Rumores informam que o próximo modelo de 15 polegadas, que deve chegar ao consumidor em 2018, terá tela de 5K (resolução de 5.120 x 2.880), o que legaria ao modelo o título de notebook com resolução mais alta do mercado. É bom lembrar que o MacBook Pro 2017 não tem essa resolução, mas permite conexão a monitores 5K por meio da entrada Thunderbolt 3 — os notebooks da Apple, de 15 polegadas, têm resolução de 2.880 x 1.800.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O novo modelo provavelmente terá, ainda, processador de oitava geração da Intel. Por conta dessas inovações, a bateria ganhou atenção especial da Dell, que deverá incorporar uma célula de 100Wh, o limite legal para carregar em voos, à nova edição do XPS.

Preço de Mac

Os detalhes do novo notebook Dell XPS se espalharam pelo Reddit, plataforma de discussão em que um usuário relatou as especificações e deu até o preço do laptop: US$ 3.800. Segundo ele, esse "é preço de MacBook Pro".

Não chega a tanto. Na Apple Store americana, o modelo mais caro do MacBook Pro, de 15 polegadas, 2,9 GHz, 512 GB de HD, 16 GB de RAM, sai por US$ 2.799. O valor do novo Dell ainda é um rumor, sem dado oficial.

Pode não ser "preço de Mac", mas chega perto. O que vale a pena observar é que a concorrência está avançando sobre uma área que era a expertise da Apple. 

Fonte: WCCF Tech

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.