Dell celebra 20 anos no Brasil com dois novos laptops para o público gamer

Por Rafael Arbulu | 08 de Agosto de 2019 às 09h00
(Imagem: Dell/Dviulgação)
Tudo sobre

Dell

Saiba tudo sobre Dell

Ver mais

A Dell está em festa: a fabricante americana de computadores que atendem aos mais variados perfis está celebrando, neste mês de agosto, 20 anos de atuação no mercado brasileiro. E com essa dupla década de vida, vem uma dupla de novidades: a primeira é uma promoção especial de celebração, contemplando mais de 250 itens da loja virtual da empresa, em economia que pode chegar até R$ 1.080.

De 8 a 22 de agosto, a empresa vai oferecer descontos variados para artigos como laptops, desktops e acessórios de computação pessoal, mas também contempla produtos de cunho empresarial.

A segunda — e mais interessante — novidade é a chegada de dois novos laptops voltados especificamente para o público gamer: os modelos Dell G3 15 e Dell G5 15 trazem configuração de última geração, com placas gráficas mais poderosas, processadores mais recentes e aplicações de controle que ampliam a experiência do usuário.

Conversando com a equipe do Canaltech, o gerente de produto da Dell Gaming no Brasil e autoproclamado “gamer mais velho”, Leandro Venditti (não tão mais velho assim: ele só tem 40 anos), exaltou os lançamentos como a forma que a Dell compreende o público jogador. O executivo explica em detalhes como os recursos dos novos aparelhos representam uma “cascata” de equipamentos anteriormente presentes em outras linhas da Dell.

Leandro Venditti, gerente de produtos da divisão Dell Gaming (Imagem: Dell/Divulgação)

“Nessa geração, estamos trazendo recursos que antes só tínhamos na linha Alienware ou em máquinas mais avançadas da série ‘G’. Hoje, recursos que haviam apenas no antigo modelo G7, estamos incorporando no G5; e material do G5, estamos levando para o G3. Com isso, conseguimos trazer tecnologias de ponta, atuais, a preços muito mais competitivos do que o que era praticado anteriormente”, conta Leandro.

A linha G7 não tem uma nova edição aqui, com a Dell priorizando atualizações mais poderosas nos modelos G3 e G5. Ambos possuem diversas configurações (que você confere em detalhes nas fichas técnicas abaixo), mas o “charme” dos aparelhos reside nas capacidades de interação e interface, adaptando-se ao perfil do jogador que comanda a máquina: “Não é mais o tempo de um único perfil de máquina, onde o padrão era ‘qual jogo esse notebook roda?’”, conta Leandro, informalmente. “Existem vários padrões de jogador, desde o mais high end dos multiplayers até aqueles que curtem a história e nem se logam em partidas online. O que buscamos é atender a todos eles, com recursos inovadores que ampliam a experiência de jogo”.

No caso das duas novas máquinas, o executivo refere-se principalmente ao modo Game Shift. Pela descrição oficial dos produtos, trata-se de um “impulso de turbo que pode ser lançado a qualquer momento”. Por meio de uma tecla específica (o botão F7 do teclado), a função é acionada ou desligada para aprimorar o desempenho do hardware em favor específico para o jogo que está rodando, sem ter de fechar janelas ou abrir um menu específico.

Venditti explica isso de forma mais simplista:

“Basicamente, um computador gamer trabalha com controles padronizados de temperatura na placa de vídeo e processador. A programação da máquina faz com que ela rode dentro do limite de calor e nunca o ultrapasse a fim de evitar demandas exageradas da peça. A função Game Shift aciona, manualmente, as duas ventoinhas de refrigeração da placa de vídeo, reduzindo a temperatura delas sem quebrar a performance in game. Isso faz com que o sistema entenda que a temperatura está segura e, consequentemente, consiga exigir mais processamento visual das placas, atingindo uma experiência ainda maior”.

É importante ressaltar que isso não é um overclock. Em nenhum momento, segundo a Dell, você está aumentando a capacidade de algum dispositivo interno na máquina, mas sim dissipando o seu calor interno e abrindo espaço para uma demanda mais personalizada de processamento. A grosso modo, a máquina é a mesma, mas trabalhando mais e melhor.

As funções de melhoramento de hardware também trazem um segundo benefício: é comum, hoje, que diversos jogadores façam transmissões ao vivo de suas partidas em seus respectivos canais nas redes sociais. A Dell também pensou nesse público específico, conta Leandro:

“O hardware desses aparelhos foi pensado com o jogador em mente, para que ele rode seus games com configurações avançadas, sem engasgos. Entretanto, o streaming, quando feito em conjunto com uma partida, praticamente dobra a demanda por processamento. Então asseguramos que as configurações apresentadas para os dois modelos consigam trabalhar em ambas as demandas”.

Ah, sim: a tecnologia ray tracing, que vem se tornando o padrão tecnológico para melhorias visuais em jogos, está presente em ambos os notebooks, cortesia da inclusão das placas mais recentes da Nvidia em sua configuração.

Jogos como Wolfenstein: Youngblood contam com a tecnologia ray tracing: novos notebooks da Dell trazem a tecnologia em sua configuração

O design dos aparelhos também traz funcionalidades inventivas para auxiliar jogadores mais dinâmicos: o modelo G5 possui configuração de iluminação do teclado, dividida em seções específicas de comando. Na apresentação que nos foi mostrada, as teclas “W”, “A”, “S” e “D”, por exemplo, tinham uma iluminação azulada, a fim de reconhecer facilmente tais botões como comandos de movimentação (um padrão na maioria dos jogos de PC, por exemplo), ao passo que teclas de comando, menu e interação com itens traziam outros esquemas de cores.

Leandro contou que tudo isso é customizável de acordo com a preferência do jogador e que, em uma implementação simples de interatividade, o painel de controle de jogos que a Dell pré-instala nos aparelhos salva as configurações feitas pelo jogador, a fim de que ele não precise refazê-la sempre que quiser iniciar uma nova partida. “Essa capacidade também é dividida por jogo. Se você tem uma preferência específica para um jogo, e prefere outro formato em um jogo diferente, ambas as máquinas entenderão isso e carregarão a sua preferência conforme você deseja”.

Os novos aparelhos também estão inclusos na promoção de 20 anos da Dell, com em todas as suas configurações. Leandro ressalta que essa variedade de formatos é o que coloca a empresa em par — senão à frente — de suas concorrentes mais diretas. “Nós não temos por hábito comentar a prática de outras fabricantes: o que fazemos é observar o mercado e determinar a nossa estratégia conforme o que aprendemos. Um de nossos diferenciais é que trazemos tantas configurações possíveis — mais de 20, creio eu —, enquanto algumas empresas por aí oferecem, por exemplo, três ou quatro”. Olhando nas lojas virtuais de outras empresas, por exemplo, identificamos seis configurações diferentes para o Odyssey, da Samsung; e cinco para o Predator, da Acer, então há certo mérito no que diz o executivo.

Fichas técnicas*

Dell G3 15

  • Vídeo: Placa dedicada NVIDIA GeForce GTX 1050 com 3GB GDDR5
  • Processador: Intel® Core i5-9300H (2.4 GHz até 4.1 GHz, cache de 8MB, octa-core, 9ª geração)
  • Memória RAM: 8GB (2x4GB), DDR4, 2666MHz
  • Armazenamento: Disco rígido (HDD) de 1TB (5400 RPM), cache de 8GB
  • Display: Tela Full HD WVA de 15,6" (1920 x 1080), antirreflexo, retroiluminada, borda fina, sem touch
  • Teclado: retroiluminado (layout em inglês)
  • Conexões: Wi-Fi e Bluetooth 802.11ac 1x1
  • Bateria de 3 células e 51 Wh (integrada)
  • Sistema operacional: Windows 10 Home Edition - 64 bits
  • Preço: a partir de R$ 4.819
Dell G3 15 (Imagem: Divulgação/Dell)

Dell G5 15

  • Vídeo: Placa dedicada NVIDIA GeForce GTX 1650 com 4GB GDDR5
  • Processador: Intel Core i5-9300H (2.4 GHz até 4.1 GHz, cache de 8MB, quad-core, 9ª geração)
  • Display: Tela Full HD IPS de 15,6" (1920 x 1080), 300 nits
  • Memória RAM: 8GB (2x4GB), DDR4, 2666MHz
  • Armazenamento: Duas unidades de unidade de estado sólido (SSD) de 128 GB + Disco rígido (HDD) de 1TB (5400 RPM)
  • Teclado: retroiluminação com blueprint (layout em inglês)
  • Conexões: Placa de rede Dell Wireless™ 802.11ac + Bluetooth 4.1, banda dupla (2.4 GHz/5 GHz)
  • Bateria de 4 células e 60Wh
  • Sistema operacional: Windows 10 Home Edition - 64 bits
  • Preço: a partir de R$ 6.220
Dell G5 15 (Imagem: Divulgação/Dell)

*As configurações exibidas acima correspondem ao mínimo de hardware de cada modelo: outras versões, mais avançadas, podem ser vistas diretamente no site da fabricante

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.