Apple explica por que o novo MacBook Pro não tem slot para cartão SD

Por Redação | 02 de Novembro de 2016 às 14h21

O novo MacBook Pro aboliu a existência de um slot para leitura de cartão SD, algo que deixou muita gente intrigada. No entanto, um executivo da Apple resolveu explicar os motivos que levaram à essa decisão e, basicamente, é tudo uma questão de design.

Em entrevista ao britânico The Independent, o vice-presidente de marketing global da Apple, Philip Schiller, explicou que o leitor faria com que o cartão ficasse para fora, atrapalhando o design milimetricamente projetado do novo notebook da Maçã. Além disso, o executivo disse ainda que leitores deste tipo estão perdendo sua relevância, uma vez que muitas câmeras já oferecem a opção de transferir imagens via wireless, sem a necessidade de cabos ou cartões.

Apesar de serem pontos válidos, as explicações não são muito convincentes e geram debates, afinal, um cartão SD projetado para fora do seu notebook não é uma coisa de outro mundo, certo? Já a questão da transferência de imagens, diversas câmeras de uso profissional ainda usam o armazenamento via SD. Ou seja, você precisa trocar a sua câmera sem Wi-Fi para que ela se adapte ao seu novo MacBook Pro.

Este não é o único "detalhe" do novo notebook da Apple que intrigou as pessoas. A necessidade de um adaptador para conectar o MacBook Pro a um iPhone também não agradou. Isso porque, graças ao padrão USB-C, o cabo que acompanha qualquer versão do iPhone é incompatível com o notebook – e isso também se aplica ao iPhone 7, o mais recente modelo do gadget.

Mas parece que nenhuma dessas mudanças abalou os fãs da empresa. De acordo com Philip Schiller, a loja online da Apple tem recebido mais encomendas do novo MacBook Pro do que qualquer outro modelo profissional já lançado antes pela companhia.

E você, o que achou dessas incompatibilidades e da explicação do executivo da Apple?

Fonte: The Independent

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.