Quer comprar um notebook? Veja o que testar na loja antes de levá-lo pra casa

Por Pedro Cipoli | 03.04.2012 às 09:00 - atualizado em 17.08.2012 às 12:19

Quando vamos até uma loja comprar um notebook novo temos alguns problemas a resolver. Primeiro a enorme quantidade de modelos e marcas disponíveis, com preços e descrições bem parecidas, mas na prática não são bem assim.

Outro fator importante é a organização e limpeza onde os equipamentos estão expostos. Imagine que você entra em uma loja e os computadores estão armazenados em condições ruins e cheios de pó. Daí já dá para imaginar o cuidado da loja em relação ao produto, e como você vai encontrá-lo quando chegar em casa, não é? Indo além, pode-se até imaginar como será a assistência após a compra.

Procure sempre lojas bem iluminadas e onde você possa pegar o produto em mãos e vê-lo funcionando, testá-lo, pois isso já demonstra que o vendedor não está preocupado em "esconder" o produto ao mostrá-lo algum modelo similar.

Além disso, confira algumas dicas muito importantes do Canaltech na hora de adquirir seu novo laptop:

Peso do notebook

A grande maioria das lojas que permite que o consumidor teste os computadores antes de comprar os disponibiliza ligados à tomada e sem a bateria. Essa atitude não é totalmente reprovável, pois é feita pensando em não danificá-la com o micro ligado continuamente na tomada. De qualquer forma, as baterias dos notebooks atuais são responsáveis por boa parte de seu peso, então procure sempre um vendedor de plantão para que ele coloque-a no laptop para que você tenha a noção real de quanto o equipamento pesa;

Bateria

Teclado

Ponto muito importante na ergonomia de um notebook, já que, diferentemente dos desktops, não é possível trocá-lo caso não goste dele. Grande parte dos modelos vendidos atualmente traz o teclado estilo "chiclete", o que já é um grande indicativo de conforto, porém procure digitar um parágrafo para ver se o espaçamento entre as teclas e seu tamanho são indicados para você. Outro quesito importante é o layout de teclas, visto que alguns modelos importados não incorporam o padrão brasileiro, o que significa sem a tecla "Ç" e algumas dores de cabeça ao digitar acentos;

Teclado

Tela

Grande parte dos laptops vendidos atualmente trazem resoluções em alta definição (1366x768 pixels), mas esta varia com o tamanho da tela. Alguns modelos um pouco mais avançados já trazem resoluções Full HD (1920x1080 pixels) nativamente, e a qualidade do display já é um grande indicativo de sua performance gráfica. Se o computador estiver desbloqueado, coloque o display em sua resolução máxima clicando com o botão direito no wallpaper e depois em "Resoluções" e veja se a leitura de textos e a definição das imagens é suficiente para você;

Tela inicial

Touchpad

Embora muitas pessoas prefiram utilizar mouses para controlar o notebook, o touchpad tem as suas vantagens em relação à praticidade oferecida pelos atalhos. Além de testar a sensação ao utilizá-lo, veja também como esses atalhos podem te ajudar, e caso ele não esteja funcionando corretamente, peça a um vendedor para conferir se o driver está instalado corretamente;

Touchpad

Conexões

Enquanto a saída de vídeo VGA continua onipresente em quase todos os notebooks vendidos atualmente, alguns modelos já oferecem saida HDMI, capaz de oferecer imagens de mais qualidade para sua televisão ou monitor externo, e esse já é um outro ponto importante para se estimar a performance de vídeo do computador. Confira também o número de portas USB, se possui suporte a USB 3.0, e-Sata, conectores de áudio e LEDs indicativos de status do computador;

Conexões

Conexões

Conexões

Desempenho

As etiquetas com as especificações básicas que os fabricantes colocam em seus produtos dizem muito pouco sobre o seu real desempenho.. Faça testes rodando filmes em alta definição (leve em um pendrive algum vídeo em alta definição, ou mesmo do YouTube, caso tenha acesso à Internet), abra vários aplicativos ao mesmo tempo observando como o notebook se comporta. Ele aguenta o tranco? Esquenta muito?

São todas observações importantes a serem feitas antes de adquirir o produto. Outro fator para se ter em mente é a utilidade que o laptop terá para você. Não adianta comprar modelos com gráficos compartilhados com o processador (conhecido como "onboard") e esperar que ele se comporte bem rodando jogos, mas uma placa de vídeo dedicada (ou "offboard") sempre ajuda na hora de rodar os aplicativos de uso diários, como navegadores, processadores de texto e filmes, aliviando o processador para outras tarefas. Notebooks voltados para jogos ainda são excessivamente caros, sendo raras as ocasiões em que eles são encontrados por menos de R$ 5 mil;

Performance

Licenças

Aqui temos um ponto que os fabricantes normalmente não falam. Embora consideremos normal comprar um computador com o Microsoft Windows pré-instalado, saiba que ele não é de graça. O preço total do produto inclui não só o preço do hardware propriamente dito como também o sistema operacional e licenças dos softwares pré-instalados pela fabricante. Em muitos casos esse valor passa de 25% do valor total da compra, preço pago por vezes para se obter uma versão limitada desses programas. Usa Linux ou já possui uma versão do Windows? Então ligue para o SAC do fabricante, pois eles são obrigados a devolver o dinheiro se você desejar, pois pela legislação brasileira é proibida a prática de venda casada (hardware + sistema operacional + softwares proprietários).

Os fabricantes fazem isso não para sacanear o cliente, mas pelo simples fato da grande parte dos usuários já usar Windows em seus computadores. Mas, caso o usuário já possua a licença do sistema operacional (ou queira usar outro sistema, como o Linux, por exemplo), não precisa pagar novamente, não é?

E você, já comprou algum notebook com pressa e se arrependeu depois? Conte para nós!