Análise: notebook Samsung RF 511, um laptop com poder de desktop

Quer um notebook para levar para qualquer lugar e ter toda a performance esperada de um desktop? Então o modelo RF511 da Samsung é para você. Com sua tela de 15,6 polegadas e desempenho para o que der e vier, ele traz a desvantagem de pesar 2,6 kg - bastante pesado para um portátil, mas elimina a necessidade de se utilizar um monitor externo ou um desktop para tarefas que exigem mais processamento.

A tela, embora bastante espaçosa, traz resolução HD de 1366x768, o que é um ponto negativo se lembrarmos que laptops de 11,6 polegadas atualmente possuem a mesma resolução por um preço bastante acessível. Mas o RF511 compensa essa falha trazendo um poder brutal de processamento para a sua faixa de preço.

Equipado com um Intel Core i7 quad-core de segunda geração, 8 GB de memória RAM DDR3 e placa de vídeo dedicada NVIDIA GeForce GT 540M com 2 GB de memória dedicada, o RF511 atende a todos os usuários em busca de desempenho para as tarefas cotidianas e que desejam consumir conteúdos multimídia em alta definição, seja no computador ou na televisão através da saída HDMI.

Como qualquer modelo que traz um Intel Core i7, tarefas que exigem alto desempenho multitarefa não são problema, já que as tecnologias Turbo Boost (até 3,0 GHz) e Hyperthreading estão presentes, emulando até 8 núcleos de processamento. O processador traz também os gráficos Intel HD 3000 para as tarefas gráficas mais leves, mas a NVIDIA GeForce 540M entra em cena para cargas mais pesadas de vídeo.

As configurações acima se mostram bastante respeitáveis, suficientes para cravar 1117 pontos na configuração "Performance" no 3DMark 11 (entenda como funciona a pontuação do 3DMark 11), em especial pela ótima performance no teste de física computacional proporcionado pelo modelo Core i7 da Intel de quatro núcleos. Esse é um ótimo exemplo de como CPUs com múltiplos núcleos influenciam (e muito) a performance da máquina em conteúdos multimídia, como jogos e vídeos de alta definição e aplicativos multitarefa.

3DMark 11

No PCMark 7 (aprenda mais sobre o seu funcionamento), o RF511 conseguiu alcançar 2312 pontos, de novo com a contribuição do processador nos quesitos "Computação" e "Criatividade". Isso mostra a conveniência de ter 8 GB de memória RAM, ideal para aqueles que gostam de ter vários aplicativos abertos ao mesmo tempo.

PCMark 7

Em ambos os casos, podemos observar que a placa de vídeo infelizmente não acompanha o poder do processador, o que não necessariamente é um ponto ruim, pois ela possui capacidade de sobra para agradar aos usuários que desejam realizar as suas tarefas, sejam elas quais forem, de maneira rápida. Ela não é direcionada a gamers, mas a usuários que trabalham com aplicações gráficas, como edição de vídeo e aplicativos CAD.

Como qualquer computador de médio e alto desempenho, o disco rígido é um gargalo bastante significativo, incapaz de acompanhar a velocidade dos componentes de processamento atual. O ideal para um modelo dessa categoria seria vir com um SSD ou mesmo um disco híbrido, porém, isso aumentaria significativamente o preço final do produto.

Naturalmente, quanto maior o poder de fogo, menor é a autonomia da bateria, e é bastante comum vermos notebooks de alto desempenho em que elas se parecem mais com nobreaks do que algo que deixará o usuário livre da tomada. Porém, nesse quesito nos surpreendemos, pois esse modelo da Samsung conseguiu aguentar 2 horas e 26 minutos de operação sob condições extremas segundo o Battery Eater Pro, uma excelente marca para a categoria.

Battery Eater

Em relação à conectividade, o RF511 agradou bastante, trazendo 4 portas USB, sendo duas 2.0 e duas 3.0, saída HDMI e VGA, gravador de CD/DVD e leitor de Blu-Ray, porta RJ45 Gigabit Ethernet para conexão com a internet, saída de fone de ouvido e entrada de microfone, sendo ideal para usuários que desejam consumir conteúdos de entretenimento.

Conclusão

Disponível no mercado brasileiro por R$ 2699, o RF511 é uma excelente opção para o usuário que deseja um computador que consiga rodar qualquer aplicativo. Gamers de carteirinha talvez não se sintam confortáveis em pagar esse valor por um modelo que traz uma GeForce 540M, mas talvez este seja o único público que o modelo não seja capaz de atender.

Profissionais que trabalham com aplicativos gráficos como o Adobe Photoshop, AutoCAD e Adobe Premiere conseguirão realizar o seu trabalho, assim como aqueles que utilizam planilhas e outros programas de escritório ou mesmo que desejam programar sem grandes problemas.

Pontos positivos:

  • Excelente poder de processamento
  • Grande capacidade de armazenamento (1 Terabyte)
  • Drive de Blu-Ray incluso

Pontos negativos:

  • Baixa resolução de tela (1366x768 para um modelo de 15 polegadas)
  • Um modelo com esse poder de fogo poderia vir com uma SSD ou um disco híbrido
  • Design abaixo do esperado para a faixa de preço
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.