Uber vende divisão de carros para aluguel nos EUA

Por Redação | 30 de Janeiro de 2018 às 10h34
TUDO SOBRE

Uber

A Uber anunciou nesta terça-feira (30) que está liquidando seu negócio de aluguel e leasing de veículos para motoristas da plataforma nos Estados Unidos. Por um valor não anunciado, a empresa está vendendo sua divisão Xchange Leasing para a startup Fair, que trabalha no mercado de locação de veículos por meio de aplicativos.

A empresa, agora, passa a ser a parceira exclusiva da Uber nesse tipo de negócio nos Estados Unidos. Motoristas interessados em se tornarem parceiros da plataforma de transportes e que desejarem locar um carro por 30 dias ou mais passarão a contar com os serviços da startup, que fornecerá as máquinas adequadas para o trabalho nas diferentes categorias do aplicativo.

Apesar de as companhias não terem falado em valor, a Fair informou que a aquisição acontece com fundos oriundos de sua mais recente rodada de capital, que contou com a presença de firmas de investimentos e montadoras como BMW e Daimler. Estimativas do mercado, por outro lado, apontam para um negócio no valor de US$ 400 milhões e envolvendo 30 mil carros.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Apesar de representar uma boa alternativa para os motoristas, ter um negócio próprio de aluguel a eles não se provou muito interessante para a Uber. Em setembro do ano passado, a empresa já havia anunciado a intenção de fechar a Xchange Leasing devido às grandes perdas financeiras que vinham sendo sentidas pela divisão, preferindo agir, também nos EUA, como faz no exterior.

No Brasil, inclusive, a Uber costuma fechar parcerias com serviços tradicionais de aluguel de veículos, oferecendo condições especiais e um portfólio restrito de veículos para os interessados em trabalhar para a plataforma. Os pagamentos são feitos semanalmente, assim como os da própria Uber, e os contratos são de curta duração, dando liberdade para os colaboradores que desejarem sair do serviço ou resolverem adquirir seu carro próprio.

A Fair também tem esse tipo de negociação breve em seu estilo de negócios. Fundada em 2016, a empresa ganhou as páginas do noticiário por seu sistema diferenciado de aluguel de carros, também com contratos sem tempo estimado e curta duração, pagos de acordo com o uso e sem a necessidade de seguir para uma sede específica para coleta ou retirada dos veículos.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.