Samsung deve investir pesado para entrar no mercado de chips automotivos

Samsung deve investir pesado para entrar no mercado de chips automotivos

Por Bruno Bertonzin | Editado por Wallace Moté | 29 de Julho de 2021 às 13h28

A Samsung pode, em breve, expandir ainda mais suas operações, com a aquisição ou fusão com novas empresas. A sul-coreana anunciou alguns resultados de crescimentos e lucros nesta quinta-feira, e esses ganhos podem ser revertidos na compra de outras companhias.

Segundo os detalhes divulgados, a empresa teve um aumento de 20% em sua receita, além de um ganho de 54% nos lucros operacionais — boa parte desses números vem das operações de semicondutores da sul-coreana. Com isso, a companhia tem, em caixa, uma reserva de mais de US$ 114 bilhões (cerca de R$ 575 bilhões em conversão direta), quantia que poderá ajudar a marca na aquisição de novos negócios.

É válido lembrar que a fabricante já deixou claro, há alguns meses, que já busca por novas aquisições ou fusões. No entanto, a Samsung ainda não informou quais são os alvos que tem em mente. Ainda assim, o vice-presidente da divisão Electronics, Ben Suh, destacou em uma videoconferência realizada com investidores nesta quinta-feira (29) que a empresa deve “avançar com M&A [fusões e aquisições] em escala significativa nos próximos três anos". A intenção é aumentar a competitividade no mercado após a pandemia do novo coronavírus.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Vladdeep/Envato)

Apesar de a Samsung não ter revelado quais empresas pode adquirir ou em qual mercado deve entrar, analistas acreditam que a marca deve adquirir alguma empresa de semicondutores automotivos e que alguns dos alvos sejam a holandesa NXP ou as norte-americanas Texas Instruments e a Microchip Technologies.

Vale destacar que a última grande aquisição da Samsung foi em 2016, quando a empresa adquiriu a Harman por US$ 8 bilhões. Com os US$ 114 bilhões que tem em caixa agora, é possível que a sul-coreana faça alguma compra ou fusão ainda maior dessa vez.

Fonte: SamMobile

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.