Rival chinesa da Uber pode comprar a 99

Por Redação | 21 de Dezembro de 2017 às 12h42
Tudo sobre

99 

O mercado brasileiro de transportes por aplicativo pode estar prestes a receber um belo chacoalhão. De acordo com informações ainda não confirmadas oficialmente, a Didi Chuxing, uma das principais empresas desse setor na China, estaria prestes a adquirir uma parcela majoritária da 99.

Seria mais uma etapa do investimento global que está sendo feito pelo conglomerado chinês rumo a uma expansão internacional. Para isso, a companhia já teria levantado US$ 4 bilhões para investimento fora de suas fronteiras, com boa parte desse montante obtido com a Softbank, gigante das telecomunicações no Japão que também está de olho no segmento de transportes. Desse dinheiro todo, pelo menos uma parcela já está no Brasil.

Isso porque, em julho deste ano, a Didi anunciou um investimento de US$ 100 milhões na 99, seus primeiros passos no mercado brasileiro. Na época, o valor exato não foi divulgado pela companhia nem o intuito do aporte financeiro em nosso país, mas tudo indicava um olhar mais apurado sobre o Brasil e, acima de tudo, mais uma frente à Uber por aqui.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A situação brasileira é diferente daquela vista em outros países que também são fortes no mercado de transporte de aplicativos. Na China, por exemplo, a Uber enfrentou anos de dificuldades antes de “desistir” do mercado, vendendo suas operações para a própria Didi. Na Rússia, houve movimento semelhante, mas a fusão se deu com a Yandex, a maior companhia do ramo por lá.

Agora, em um momento complicado em termos de regulação, sem falar no ambiente cada vez mais competitivo com a presença de outros grandes nomes como a Cabify, a Uber parece diante de mais um desafio. A compra da 99 pela Didi transforma a empresa, que começou atuando somente com táxis antes de se expandir também para os carros de passeio, em mais uma das grandes players desse setor por aqui.

Essa expansão, inclusive, já estava nos planos, uma vez que, no início deste mês, a 99 já havia afirmado que 2018 seria um ano de captação de investimentos e expansão, principalmente, de sua categoria Pop, que engloba carros populares e preços mais baratos aos usuários. Na época, entretanto, representantes da companhia disseram não saber exatamente quais seriam os próximos passos. Agora, eles parecem ter sido revelados.

Para a Didi, os planos são de dominação mundial, com investimentos pesados realizados não apenas no Brasil, mas também nos Estados Unidos, Índia, Cingapura, Estônia e países do Oriente Médio. O foco, sempre, é nos territórios com alta demanda por transportes mais baratos, tenham eles uma grande presença de rivais ou não.

O suposto negócio entre Didi e 99 não teve detalhes divulgados nem foi confirmado por representantes das companhias. Nenhuma das duas se posicionou publicamente sobre a questão.

Fonte: The Information

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.