Projetos Wing e Loon da Google se tornam empresas independentes

Por Carlos Dias Ferreira | 11 de Julho de 2018 às 20h10
photo_camera Google
Tudo sobre

Alphabet

A reestruturação da Google sob o comando da Alphabet acaba de gerar uma nova mudança. Como parte do processo iniciado em 2015, os projetos Wing e Loon tornam-se agora empreitadas independentes sob a batuta da holding, cada qual com chefia própria.

As pautas de pesquisa, entretanto, devem se manter as mesmas em ambos os casos. O Project Loon, portanto, manterá o foco de levar internet a áreas remotas por meio de balões para grandes altitudes, agora sob o mando do CEO Alastair Westgarth.

Já o Wing mantém seu projeto de efetuar entregas por meio de drones ainda essencialmente experimental — já que as legislações voltadas à aviação, de forma geral, ainda não aprovaram a prática. Os pesquisadores do Wing agora respondem ao CEO James Ryan Burgess.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De balões a carros automatizados

Tecnicamente, nenhum dos projetos está subordinado à Google desde 2015, quando a Google X se tornou um negócio ligado diretamente à Alphabet (chamada atualmente apenas de “X”). Mas a missão geral também se mantém: criar novas tecnologias radicais para resolver problemas.

Além do Wing e do Loon, a reorganização da Google já passou também pelos carros autodirigíveis. Anteriormente vinculado à Google X, o projeto foi rebatizado de “Waymo”.

Fonte: Blog X

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.