Positivo nega rumores sobre sua venda

Por Redação | 05 de Setembro de 2012 às 19h20

Os rumores de que a Positivo pudesse ser vendida começaram logo após a chinesa Lenovo convocar uma coletiva de imprensa para fazer um anúncio. A especulação surgiu porque no passado a empresa já havia tentado comprar - sem sucesso - a brasileira.

Na verdade, o anúncio realizado pela fabricante chinesa era realmente a compra de uma empresa brasileira, porém não a Positivo. O investimento mais importante já realizado pela Lenovo no Brasil foi em cima da CCE, vendida hoje (05) por R$ 300 milhões.

"Os rumores no mercado sobre a alienação do controle da companhia (...) não têm fundamento", disse a Positivo por meio de um comunicado.

Outro motivo que fez com que alguns operadores imaginassem a possível compra da Positivo foi o fato de suas ações terem subido cerca de 14% na última terça-feira (04) na Bovespa.

Porém, essa alta no valor das ações pode estar relacionada com o fato da Positivo ter anunciado essa semana que lançará no mercado cinco modelos de celulares, ainda este ano.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.