Facebook financia programação de notícias produzidas pela CNN, Fox News e outros

Por Jessica Pinheiro | 07 de Junho de 2018 às 14h50

Desde o começo do ano, o Facebook vem lutando para manter o barco firme em meio à tempestade de controversas – e a calmaria ainda parece estar um pouco longe de chegar. Ainda assim, a companhia parece estar engajada em trabalhar para manter seus ideais mesmo com a maré alta. A empreitada da vez envolve a empresa de Mark Zuckerberg revelando que sua programação inicial de notícias será veiculada em uma sessão dedicada do menu Watch.

O Watch é a iniciativa do Facebook que foi lançada ano passado, visando unificar conteúdo de vídeo original em um só lugar, e é nesta sessão da rede social que a programação de notícias será alocada. E, ainda que esses programas estejam sendo produzidos por organizações de mídia externa, é o Facebook quem os financia. Esta revelação foi feita pelo chefe de parcerias de notícias, Campbell Brown.

De acordo com Brown em sua postagem no blog do Facebook, esse financiamento faz parte da nova atitude da companhia, de priorizar uma interação social relevante entre os usuários da comunidade, diminuindo assim a quantidade de anúncios e dando mais destaque às atualizações locais nos feeds das pessoas. Essa decisão foi anunciada no início deste ano, o que causou certo prejuízo à empresa, uma vez que as editoras digitais de notícias foram prejudicadas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De toda forma, Brown se mantém firme seguindo à justificativa dada por Zuckerbeg em janeiro, alegando que ainda que haja menos notícias nas linhas do tempo dos usuários, os posts mostrados devem ser mais “confiáveis, informativos e locais”. Em sua publicação, o executivo também explica que a programação de conteúdo financiado inclui transmissão de notícias e programas apresentados por jornalistas premiados, bem como rostos novos.

Os formatos dos shows devem variar e mostrar uma mistura de briefings diários, conteúdos mais aprofundados e novidades sendo cobertas ao vivo. A estreia para esta programação do Facebook está prevista para ocorrer no segundo semestre e, ao longo das próximas semanas, a companhia deve apresentar shows adicionais.

Até então, sabe-se que haverá um noticiário diário da ABC News, um programa de vigilância chamado “Chasing Corruption”, um programa de resumos de notícias da semana apresentado por Anderson Cooper, da CNN, atualizações diárias de Shepard Smith, da Fox News e o “Real America with Jorge Ramos”, da Univision, onde variados imigrantes serão entrevistados.

Fonte: Tech Crunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.