Cisco deve pagar quase US$ 1 bilhão na fabricante de software ThousandEyes

Por Rui Maciel | 28 de Maio de 2020 às 20h45
Tudo sobre

Cisco

Saiba tudo sobre Cisco

Ver mais

A Cisco está em negociações avançadas para comprar a ThousandEyes, empresa especializada no desenvolvimento de softwares. O valor da operação gira em quase US$ 1 bilhão, segundo fontes envolvidas no negócio. Até o momento, no entanto, nenhuma decisão foi tomada, ainda que a própria companhia tenha divulgado um comunicado a respeito de suas intenções.

A aquisição da ThousandEyes poderia complementar os negócios desenvolvidos em torno da AppDynamics, startup que a Cisco adquiriu em 2017. A empresa fornece monitoramento e análise do desempenho de aplicativos de software e pode ter outras companhias de software integradas ao seu modelo den negócios, que vem se revelando bem sucedido.

Atualmente, a ThousandEyes fornece o chamado software de monitoramento de experiência digital. O programa ajuda as empresas a otimizar o desempenho de seus dispositivos conectados. A companhia é apoiada por várias empresas de capital de risco, incluindo Sequoia Capital , Sutter Hill Ventures e Salesforce Ventures . Até o momento, ela levantou US$ 110 milhões em financiamento e, no final do ano passado, seu valor de mercado girava em torno de US$ 670 milhões

Em comunicado à imprensa, a Cisco avalia que nos últimos anos, houve uma rápida aceleração da adoção da nuvem, uso generalizado de aplicativos SaaS (Software as a Service) e dependência da Internet e redes fora do controle da empresa. "Esse aumento da dependência da Internet e de outras infraestruturas de terceiros, compostas nos últimos meses durante a pandemia do COVID-19, reduz substancialmente a capacidade das equipes de TI corporativas de prever, visualizar e controlar o comportamento operacional. O resultado geralmente é um ambiente de TI caótico e incontrolável que torna a resolução de problemas uma provação demorada que pode potencialmente ter um impacto maciço na experiência do cliente, na reputação da marca e na receita", afirmou o texto.

Roteador da série Cisco 800: empresa quer diminuir sua dependência na venda de hardwares

A Cisco afirma que ao a sua força no desempenho de redes e aplicativos, com a visibilidade da ThousandEyes na Internet, "os clientes terão agora uma visão completa da entrega digital de aplicativos e serviços pela Internet, permitindo identificar deficiências e melhorar a rede e desempenho de aplicativos nas redes empresariais e na nuvem. Essa aquisição também permitirá que as empresas acelerem sua transformação digital, não importa onde estejam, oferecendo uma visibilidade abrangente dos aplicativos e serviços entregues aos clientes e funcionários".

Além da integração com a AppDynamic, outro plano da Cisco com a compra será incorporar os recursos da ThousandEyes no portfólio da divisão de Enterprise Networking, também para aprimorar a visibilidade na empresa, na Internet e na nuvem. Espera-se que a aquisição seja concluída antes do final do primeiro trimestre fiscal da Cisco de 2021. A ThousandEyes se juntará à recém-formada unidade de negócios Networking Services da Cisco, reportando-se a Todd Nightingale.

Ainda como parte da unidade de negócios Networking Services, o CEO e co-fundador da ThousandEyes, Mohit Lad, assumirá o papel de gerente geral da companhia. Já o co-fundador, o CTO Ricardo Oliveira, continuará a impulsionar a visão de produto e a estratégia de inovação da ThousandEyes.

Menor dependência de hardware

Sob a gestão do CEO Charles Robbins, a Cisco fez algumas aquisições para aumentar seus recursos de software e serviços. Ele está tentando diminuir sua dependência de vendas baseada em hardware de valor elevado. A compra de companhias de softwares permite a gigante contar com um modelo de receitas recorrentes e maior lucratividade em contratos de longo prazo.

Fonte: CiscoBloomberg   

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.