Cade aprova compra da Netshoes pelo Magazine Luiza, mas Centauro faz proposta

Por Felipe Demartini | 24 de Maio de 2019 às 09h11

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quinta-feira (23) a compra da Netshoes pelo Magazine Luiza. O negócio tem valor estimado em US$ 62 milhões e foi anunciado no final de abril; a fusão, então, aguardava aprovação regulatória, que veio agora, e espera também a aprovação em uma reunião de acionistas do e-commerce de calçados, marcada para acontecer no próximo dia 30.

Com capital aberto desde 2017, a Netshoes chamou a atenção não apenas por suas ações em si, mas também pelas dificuldades em manter números positivos, enfrentando prejuízo em crescimento e endividamento. Ainda assim, ela é a principal loja online de calçados no Brasil, surgida após o fracasso de uma loja física aberta pelos dois sócios, no começo dos anos 2000.

A aquisição seria uma forma de manter a empresa funcionando, uma vez que, de acordo fontes ouvidas pela imprensa nacional, a Netshoes precisaria de uma injeção de R$ 150 milhões para continuar funcionando. Ela não comenta tais declarações, afirmando apenas estar avaliando as propostas de compra e aguardando o aval de seus investidores.

Propostas no plural, mesmo, já que nesta quinta, quando veio a aprovação do Cade, chegou também uma proposição da Centauro, controlada pelo Grupo SBF. A rede de produtos esportivos apresentou um valor 40% maior que o ofertado pelo Magazine Luiza e estaria disposta a pagar US$ 87 milhões, ou US$ 2,80 por ação. A oferta também será avaliada pelos acionistas na próxima semana.

Caso seja aceita, o negócio deverá passar novamente pelo aval do Cade, que avalia questões relacionadas à fusão, monopólio e livre competição no Brasil. Em comunicado sobre a proposta, a Centauro disse que o contrato entre Netshoes e Magazine Luiza abrange a colocação de uma oferta de terceiros, desde que ela seja maior e realizada antes da reunião de acionistas. O aceite envolve o pagamento de multa no valor de US$ 1,8 milhão, um total que a empresa se mostra disposta a pagar.

Mesmo com a disputa, cujo vencedor deve ser anunciado somente no final deste mês, as ações das empresas brasileiras começaram esta sexta-feira (24) bastante aquecidas. Os papeis da Netshoes apresentam alta de 43,15% antes da abertura do pregão, enquanto o Magazine Luiza teve ganhos de 7,14% na ocasião do anúncio da fusão, permanecendo valorizadas desde então.

Fonte: InfoMoney

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.