Apple contrata especialista em inteligência artificial que atuava na Google

Por Rafael Arbulu | 05 de Abril de 2019 às 10h47
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

A Apple conseguiu “roubar” mais um especialista em inteligência artificial da Google: depois de John Giannandrea começar a trabalhar na empresa ao final de 2018, agora é a vez de Ian Goodfellow deixar a gigante da internet e se mudar para Cupertino. Goodfellow, que atuava em diversos projetos do ramo na Google, se junta à Apple como membro do “Grupo de Projetos Especiais” e assume o cargo de diretor de machine learning.

A mudança de casa aconteceu em março deste ano, com Goodfellow atualizando seu perfil no LinkedIn nesta quarta-feira (4). O especialista é um dos maiores pesquisadores do setor de inteligência artificial, comumente citado na bibliografia didática sobre o assunto. Antes da Google, Ian trabalhou no consórcio OpenAI fundado por Elon Musk.

(Imagem: Reprodução/IanGoodfellow.com)

A Apple aplica machine learning e algoritmos de inteligência artificial em vários de seus produtos: a assistente virtual Siri e o FaceID, usado para destravar iPhones e iPads por meio de reconhecimento facial, aplicam conceitos de IA para aprimorarem seus funcionamentos. A Apple também tem um projeto em desenvolvimento relacionado à tecnologia automotiva autônoma. É provável que Ian Goodfellow vá dirigir essas iniciativas.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Goodfellow é conhecido por ter criado um método de desenvolvimento conhecido como “Redes Adversariais Geradoras” (“GAN”, na sigla em inglês). Esse formato consiste em posicionar duas redes neurais (uma “geradora” e outra “discriminatória”) em conflito para gerar resultados criativos e diferenciados em formato de áudio, vídeo e texto. É um conceito bastante aplicado na criação de conteúdo de mídia conhecido como “deepfake”.

Ian Goodfellow tem Ph.D pela Universidade de Montreal e, segundo uma declaração de imposto de renda, ganhou aproximadamente US$ 800 mil no ano que trabalhou para o OpenAI.

Fonte: CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.