Apple adquire startup de direção autônoma Drive.ai

Por Rafael Arbulu | 26 de Junho de 2019 às 10h59
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Rumores do início do mês de junho davam conta de que a Apple estaria prestes a adquirir a startup de direção autônoma Drive.ai. Agora, a gigante de Cupertino confirmou a série de boatos, anunciando que não só comprou a empresa, como também contratou “dúzias” de seus engenheiros e desenvolvedores. O valor da aquisição não foi divulgado.

As informações foram divulgadas primeiro pelo site Axios, a quem a Apple confirmou a negociação, e novos detalhes emergiram: antes de ser adquirida pela Apple, a Drive.ai estava conversando com outros compradores em potencial, mas no final de tudo a “Maçã” levou a melhor, adquirindo todos o portfólio da empresa, voltado à pesquisa de tecnologia de direção autônoma de veículos.

Apple confirmou a aquisição de empresa voltada à pesquisa de tecnologia de direção autônoma de carros

A Drive.ai chegou a superar um valor de capital de US$ 200 milhões, mas em fevereiro revelou a intenção de venda no mercado. Embora a Apple não tenha confirmado ser este o caso, a negociação parece ter sido conduzida no formato conhecido nos EUA como “acqui-hire” — um modelo de negócios que envolve a contratação massiva de funcionários de uma empresa, até que a parte majoritária deles seja absorvida pela companhia a adquiri-la.

No caso da Drive.ai, que havia paralisado atividades há pelo menos duas semanas, já se sabe que, com a aquisição, houve a demissão de pelo menos 90 funcionários da empresa na Califórnia. Todavia, não há informação do status empregatício dos colaboradores que estavam alocados no Texas, onde a startup empregava um serviço de transporte autônomo com vans em um parque corporativo na cidade de Frisco.

Os recém-contratados da Drive.ai se juntam a outros funcionários que a Apple incorporou de outras empresas de condução autônoma, como Tesla e Waymo. A gigante de Cupertino tem o chamado “Projeto Titan”, voltado ao setor, mas ainda não se sabe se ele se trata de um carro autônomo completo ou se é meramente a oferta da tecnologia para este mercado.

Fonte: Axios

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.