Zynga contrata CEO da 888 para cuidar de área dedicada a jogos de pôker

Por Redação | 03.09.2012 às 18:55 - atualizado em 04.09.2012 às 09:46

A Zynga é uma empresa intressante, pois todas as notícias relacionadas a ela acabam nos confundindo. Como pode ela estar financeiramente no bico do corvo e investir em colocar um novo empregado na jogada, correndo um risco de falência?

Não dá para responder, mas a questão é bem essa mesmo. A desenvolvedora está tentando salvar a sua pele de um possível declínio definitivo, ao contratar um grande executivo do mundo dos games, que já foi vice-presidente da empresa 888 Holdings. Trata-se de Maytal Ginzburb, que entrará para o time da Zynga como CEO responsável por novos mercados.

Apesar de ter tido perdas significativas de pessoal, com executivos saindo pela porta da frente de mala e cuia, agora não tem mais o que pensar asobre a Zynga a não ser "ou vai, ou racha".

poker

Nesse sacode geral que ela quer dar para voltar a respirar, Ginzburb vai se focar totalmente nos jogos de poker, direcionando uma nova política de cobrança para os próximos lançamentos online. A ideia central será atrair usuários dispostos a gastar dinheiro real nas partidas, que já acontece em jogos do Facebook.

O que alguns especialistas ainda estão tentando entender é por que a Zynga não se dispõe a criar games mais originais, em vez de se arriscar com uma responsabilidade que, certamente, não sairá barato.

Como a Zynga tem mais de 30 milhões de usuários na rede, se essa mudança realmente der certo, pode ser que ela não esteja preparada para arcar com a inserção dessa quantidade de pessoas em seus sistemas, pois a questão está intimamente relacionada a um nicho - o dos jogadores de poker - que não é brincadeira.

Considerando que as ações da empresa despencaram a ponto de quase fechar suas portas definitvamente, ela não está em condições de arriscar no escuro.

Esperteza ou tiro no pé?