Yahoo! planeja substituir Google como buscador padrão do Safari no iOS

Por Redação | 17 de Abril de 2014 às 11h10

Desde que Marissa Mayer assumiu o cargo de CEO do Yahoo!, um dos seus principais objetivos é aumentar a presença da companhia no mercado de buscas e, segundo um relato do site Re/Code, suas ambições são ainda maiores. A pesquisa padrão do Safari para iOS é do Google, e é aí que a executiva quer atacar.

A empresa está desenvolvendo um novo mecanismo de buscas voltado para dispositivos móveis e Mayer quer colocá-lo como o mecanismo padrão do navegador da Apple. Os planos, aparentemente, já andam bem avançados, e já há imagens do visual do novo produto. A apresentação ainda não foi feita oficialmente para a Apple, mas o designer chefe da empresa, Jony Ive, um dos executivos mais poderos da Maçã, já está sabendo dos planos.

A estratégia faz sentido, pois dentre as maiores empresas de tecnologia do Vale do Silício, o Yahoo! é a que menos lucra com dispositivos móveis. O Facebook tem mais de 50% do seu faturamento com propagandas oriundos do mundo mobile. A Apple lucra US$ 1 bilhão anualmente, repassados pelo Google, para que o mecanismo de buscas seja o padrão no iOS.

O relato chegou em um tempo oportuno. O Yahoo! anunciou na quarta feira (16) seus resultados financeiros e o principal segmento da empresa aparentemente está estagnado e precisa de uma renovação. As duas empresas já possuem uma parceria, pois os dados de ações e previsão do tempo do iOS vem do Yahoo!.

Há quem acredite, no entanto, que uma parceria nessa área pode não ser uma boa escolha para a Apple. Apesar da empresa tentar se distanciar do Google, a gigante de buscas já possui bastante experiência na área, além de uma plataforma bem amadurecida e sólida. Em contrapartida, o Yahoo! estaria começando do zero e não há como prever se a tecnologia fará páreo com a do Google.

Também há a possibilidade do tiro do Yahoo! sair pela culatra e desencadear uma parceria ainda mais interessante entre Apple e Google. Por parte do Google, para se contrapor à ameaça, a barganha é lembrar a Apple de que expor a companhia a uma entidade desconhecida e iniciante na área pode levar a uma repetição do fiasco do sistema de mapas da Apple. Já a Maçã pode ameaçar reduzir a presença do Google no iOS, segundo Chuck Jones, fundador de uma empresa de pesquisa em tecnologia chamada Sand Hill Insights.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!