Transações e pagamentos mobile devem ultrapassar US$ 235 bi em 2013

Por Rafael Romer | 15 de Agosto de 2013 às 13h20

As transações mundiais de pagamentos móveis devem ultrapassar o valor de US$ 235 bilhões (cerca de R$ 546 bilhões) em 2013, o que representa um crescimento de 44% em relação ao ano passado, afirma um levantamento recente do Instituto Gartner. Entre 2012 e 2017 a expectativa é que o crescimento médio anual nos valores e volumes de transações móveis seja de 35%.

Na avaliação da consultoria, as transferências continuam a crescer porque usuários estão negociando com mais frequência, devido à maior disponibilidade de serviços. Entretanto, a maior parte das transações eletrônicas continua com valores mais baixos do que a média no varejo comum. Neste ano, o valor médio das transações deve aumentar em 44%, à medida em que mais consumidores de mercados desenvolvidos passem a usar o sistema.

O número de usuários deverá totalizar 245 milhões neste ano – um crescimento de quase 25% quando comparado aos 208 milhões de registros em 2012. Em 2017, o número deverá ser de 450 milhões de usuários.

Considerado um dos motores das transações mobile, a tecnologia NFC (Near Field Communication) não tem mostrado um grande impacto no setor. Pelo contrário: segundo o Gartner, só no ano passado seu uso caiu em 40% devido à baixa adoção no mercado. De acordo com a consultoria, a adoção do NFC deverá continuar crescendo pouco nos últimos anos. Ele só deve realmente atingir um mercado de larga escala a partir de 2016, quando a expectativa é que dispositivos com capacidade de leitura do NFC a maior distância apareçam no mercado. Até 2017, apenas 5% das transações digitais serão feitas via NFC.

O Gartner apresentou os resultados de seu levantamento sobre transações mobile durante a Conferência Gartner de Arquitetura de Aplicações, Desenvolvimento e Integração, realizada esta semana, em São Paulo.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.