Diretor de canais do Google Brasil sai da empresa para trabalhar na Microsoft

Por Redação | 06.02.2014 às 14:13
photo_camera Divulgação

O diretor de desenvolvimento de canais do Google na América Latina, Alessandro Belgamo, deixou seu cargo na gigante das buscas e voltou a trabalhar para a Microsoft como diretor do grupo de negócios da divisão Office.

De acordo com a CRN Brasil, Belgamo trabalhou na Microsoft entre dezembro de 2003 a janeiro de 2012. Agora que está de volta à companhia, o executivo enfrentará uma nova fase da empresa fundada por Bill Gates, já que a corporação tem um foco cada vez mais direcionado à nuvem e forçado os usuários a utilizar seus produtos segundo a nova tendência.

E a mudança de Belgamo para a Microsoft faz sentido. Enquanto esteve no Google, o empresário foi responsável por divulgar a mensagem de canais da empresa para ampliar as vendas da solução de produtividade em nuvem na América Latina. Em seus dois anos à frente da operação, muitos casos sobre a utilização do Google for Enterprise pipocaram nos veículos segmentados de tecnologia, e todos os negócios contaram com participação do canal, entre eles o Sport Club Internacional de Porto Alegre e a Universidade Anhanguera.

Uma das principais novidades comandadas por Belgamo foi o Google Partner Connect (GPC), lançado em abril de 2012 no país. Houve também um avanço no Partner University, plataforma na qual cada membro da equipe de vendas do canal cria seu perfil, com informações sobre interesses e capacidades, e é direcionado para treinamentos que complementam o conhecimento do profissional.

Quem deu o início aos negócios do Google for Enterprise na América Latina foi Antonio Schuch, ainda em 2010, o que resultou em uma série de contratações de executivos que tinham experiência com canais para expandir os negócios via parceiros, em meados de 2011. Deve assumir o cargo que antes era de Belgamo o executivo Antonio Chaddad Fernandes, que também é um ex-Microsoft e está no Google há pouco mais de um ano.

No ano passado, a Microsoft ganhou mais usuários no Office 365 do que o Google em sua ferramenta empresarial. Fato é que Belgamo agora vai enfrentar a concorrência do negócio que ajudou a construir e disseminar em toda região.