Curitiba inaugura primeira casa de câmbio física a negociar Bitcoin

Por Redação | 18 de Junho de 2014 às 11h59
photo_camera G1

Mesmo passando por um período de incertezas, com variações vertiginosas de preço, quebra de operadoras e ataques de hackers, a moeda virtual do momento, o Bitcoin, continua ganhado espaço – dessa vez espaço físico. A casa de câmbio BitcoinToYou inaugurou nesta terça-feira (17), no centro de Curitiba, a primeira loja física do país para comprar e vender as criptomoedas.

Segundo André Horta, diretor executivo da BitcoinToYou, o objetivo é facilitar o acesso das pessoas à moeda, de modo que se possa comprá-la da mesma forma que se compra um produto em uma loja qualquer. A loja pode ser a primeira de uma franquia brasileira, já que o empresário pretende abrir outros estabelecimentos em São Paulo, Florianópolis e Brasília até o fim de julho.

"Será similar a uma casa de câmbio. Só que não trabalharemos com moedas estrangeiras, mas com Bitcoin", explica Horta.

Loja bitcoin

Na loja, o cliente poderá adquirir as moedas pagando em dinheiro ou cartão de crédito, podendo parcelar o valor total em até seis vezes. A quantia será transferida para uma carteira virtual e, caso o cliente não possua uma, ele receberá uma “paper wallet”, um impresso com o endereço de uma carteira que possui o saldo comprado.

Segundo Horta, o site, que movimenta cerca de 800 bitcoins mensalmente, não consegue suprir a demanda da compra com cartão e dinheiro. Agora, com a inauguração do espaço físico, a expectativa é que mais 300 bitcoins sejam movimentados todos os meses. Como o bitcoin não passa pelo sistema de organizações financeiras, como bancos, os sites que fazem a intermediação da compra e venda da moeda virtual geralmente não permitem o uso de cartões de crédito ou débito, sendo este o diferencial do espaço criado por Horta.

A loja também pode dar a oportunidade para estrangeiros negociarem a moeda no Brasil, já que as casas de câmbio do país exigem uma conta corrente em bancos brasileiros para efetuar a transação.

O que é novidade por aqui já acontece há algum tempo em outras partes do mundo. Em Nova Iorque, por exemplo, os negociantes se reúnem na Bitcoin Center NYC, localizada em Manhattan. Além da cidade norte-americana, Londres (Inglaterra), Varsóvia (Polônia) e Hong Kong (China) também possuem seu espaço.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.